Janeiro molhado: cidades de SC têm chuva acima dos 600 mm e com o dobro da média

Em Florianópolis, Joinville e Garuva, por exemplo, choveu mais de 500 mm, quando o esperado para o mês era de, no máximo, 250 mm

Os números da Epagri/Ciram mostram aquilo que os moradores de Santa Catarina sentiram na pele durante o mês de janeiro: choveu muito em vários municípios do Estado. Em alguns, o acumulado foi maior do que o dobro da média esperada para o período.

Segundo a meteorologista Laura Rodrigues, a média de chuva registrada em janeiro costuma ser de 200 a 250 mm. No entanto, no primeiro mês de 2021, várias cidades do Estado registraram um acumulado muito maior que esse, chegando a quebrar recordes de precipitação.

Áreas em rosa tiveram mais que o dobro da chuva esperada para janeiro – Foto: Epagri/CiramÁreas em rosa tiveram mais que o dobro da chuva esperada para janeiro – Foto: Epagri/Ciram

Em Florianópolis, Joinville e Garuva, por exemplo, o total de chuva ficou acima de 500 mm. Já na Grande Florianópolis e em Schroeder, o acumulado foi ainda maior: acima de 600 mm, chegando a 686,4 mm na região da Capital, o maior registro mensal da área.

Outro recorde ocorreu em Urupema, onde choveu 391,2 mm. Urubici e Rancho Queimado também apresentaram quebra de recorde, com total de chuva de 340 mm e 445,6 mm, respectivamente.

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Tempo