Joinville registra vento de 120 km/h e 134 mil quedas de energia

A maioria das ocorrências envolve quedas de árvore, destelhamentos e algumas quedas de galpão, que em parte podem obstruir vias públicas

O município de Joinville registrou rajadas de vento de 120 km/h após o vendaval causado pelo ciclone extratropical que acometeu o Sul do Brasil nesta terça-feira (30), conforme registro da base da Epagri/Ciram.

As quedas de energia foram de 134.463, segundo informe da Celesc.

Além dos eventuais dados a veículos e residências, quedas de árvores podem exigir desobstruções de vias- Foto: Gladionor Ramos/NDTVAlém dos eventuais dados a veículos e residências, quedas de árvores podem exigir desobstruções de vias- Foto: Gladionor Ramos/NDTV

A Defesa Civil afirmou, na noite desta terça, que está atendendo diversas ocorrências, mas que ainda não possuía relatórios de atingidos, uma vez que a base da entidade em Joinville ficou sem energia.

Leia também:

Márnio Luiz Pereira, gerente de proteção da Defesa Civil, afirmou que a chuva foi fraca, de cerca de 10 mm. Mas, por causa das rajadas intensas de vento, a Defesa Civil, em conjunto com o Corpo de Bombeiros e demais pastas municipais, devem atender as ocorrências geradas pelo ciclone.

Quedas de árvores e destelhamentos foram as ocorrências mais comuns – Foto: Gladionor Ramos/NDTVQuedas de árvores e destelhamentos foram as ocorrências mais comuns – Foto: Gladionor Ramos/NDTV

A maioria das ocorrências, segundo Pereira, são de quedas de árvore, destelhamentos e algumas quedas de galpão, que em parte podem obstruir vias públicas.

Rajadas de vento foram intensas em Guaramirim, São Francisco do Sul e em todo o Planalto Norte – Foto: Divulgação/Prefeitura de GuaramirimRajadas de vento foram intensas em Guaramirim, São Francisco do Sul e em todo o Planalto Norte – Foto: Divulgação/Prefeitura de Guaramirim

+ Tempo