Maré alta atinge bairros de Florianópolis nesta sexta; veja

Defesa Civil da Capital já registra níveis elevados do mar, o que apresenta riscos em diversos pontos; há alerta ainda para ressaca e ondas de até 4 metros no litoral de SC

O avanço do nível do mar em Florianópolis nesta sexta (5) provocou alagamentos em pontos críticos da cidade, de acordo com a Defesa Civil da Capital. Foi emitido um alerta para risco muito alto de ressaca no período, e ondas de até 3,5 metros. Na manhã desta sexta, já houve registros de maré alta no Sul da Ilha.

Maré alta no Pântano do Sul, em FlorianópolisMaré alta em Pântano do Sul, em Florianópolis – Foto: Reprodução/Twitter

De acordo com o diretor da Defesa Civil de Florianópolis, Luiz Eduardo Machado, o mar apresentou avanço maior em pontos do Sul da Ilha na manhã desta sexta. A região deve ser a mais atingida pela ressaca nos próximos dias, principalmente no Campeche.

No entanto, os riscos de alagamentos se estendem para outros pontos da Capital.

“Há riscos por toda Florianópolis, principalmente nos locais mais crônicos, como por exemplo no Rio Tavares, na avenida da Saudade, entre o Sul da Ilha e a Lagoa da Conceição, Centro-Sul. Visto que teremos ondas muito grandes, isso causa um empilhamento de costa que pode não deixar o mar recuar conforme o ideal, e então provoca o alagamento”, diz o diretor da Defesa Civil.

Ainda segundo Luiz Eduardo Machado, o marégrafo (instrumento que registra o fluxo e refluxo da maré na costa) de Florianópolis registra níveis elevados nesta sexta.

Na imagem abaixo, a faixa em azul representa o nível esperado, enquanto a faixa vermelha é o que foi registrado.

Nível da maré em Florianópolis ultrapassa o esperado – Foto: Divulgação/Epagri CiramNível da maré em Florianópolis ultrapassa o esperado – Foto: Divulgação/Epagri Ciram

Ainda conforme o diretor do órgão em Florianópolis, não há como prever até que ponto o nível pode chegar, mas a condição atual é de alerta.

Ondas de até 4 metros em Santa Catarina

A Defesa Civil de Santa Catarina informou ainda que a condição de mar agitado se estende para todo o Litoral catarinense entre esta sexta (5) e sábado (6). Na parte entre a Grande Florianópolis e o Litoral Sul, devem ocorrer ondas de 3 a 4 metros de altura.

Do Vale do Itajaí até o Litoral Norte, a situação é de obervação. As ondas devem ser entre 2 e 3 metros.

Santa Catarina tem alerta para ressaca e ondas de até 4 metros neste fim de semana – Foto: Divulgação/Defesa CivilSanta Catarina tem alerta para ressaca e ondas de até 4 metros neste fim de semana – Foto: Divulgação/Defesa Civil

O deslocamento de um ciclone extratropical em direção ao oceano na altura da costa do Uruguai intensifica os ventos e deixa o mar muito agitado no Estado, de acordo com o órgão.

Recomendações e cuidados

Em situações de mar agitado, a população deve evitar a navegação e atividade de pesca, assim como tomar banho e praticar esportes náuticos.

Caso as ondas estejam muito altas, é contraindicado caminhar ou pedalar na orla.

Em casos de ressaca do mar, deve-se ter atenção especial para edificações, infraestruturas e vias em áreas vulneráveis à erosão.

Embarcações e apetrechos de pesca e maricultura devem ser protegidos.

Qualquer emergência deve ser comunicada à coordenadoria municipal da Defesa Civil, pelo telefone 199, ou para o Corpo de Bombeiros pelo 193.

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Tempo