Mulher de 37 anos é a 9ª morte confirmada durante passagem de ciclone em SC

Moradora de Itaiópolis, Miraci Fernandes estava em um automóvel que foi atingido por uma árvore; ela morreu no dia do aniversário e deixa três filhos

O Corpo de Bombeiros confirmou, no final da manhã desta quarta-feira (1º), a nona morte provocada pela passagem do ciclone extratropical por Santa Catarina. Miraci Fernandes, de 37 anos, estava em um automóvel que foi atingido por uma árvore derrubada pelo vento, em Itaiópolis, no Planalto Norte.

Veículo foi atingido por eucalipto derrubado pelo vento – Foto: CBM/Divulgação/ND

Miraci e outras duas pessoas estavam no carro, que trafegava pelo bairro Lomba do Meio a trabalho, quando um eucalipto caiu em cima do veículo. Os bombeiros chegaram ao local e resgataram o motorista e outro passageiro, com ferimentos leves. Miraci, no entanto, já estava sem sinais vitais.

A vítima morreu no dia em que comemorava o aniversário de 37 anos. Ela deixa três filhos.

Mortos

Outras oito mortes em decorrência do ciclone foram confirmadas pela Defesa Civil do Estado, Corpo de Bombeiros e prefeituras.

Entre as vítimas estão uma idosa de 78 anos, atingida por uma árvore, em Chapecó. Já em Santo Amaro da Imperatriz, um homem perdeu a vida após ser atingido por fios de alta tensão.

Dois homens morreram após o desabamento de um galpão em Tijucas. Uma terceira morte também foi registrada no município.

Leia também:

Um homem de 59 anos morreu em Ilhota, após ser atingido por um muro. Em Governador Celso Ramos, a prefeitura confirmou uma vítima fatal. O Corpo de Bombeiros também registrou a morte de um homem de 73 anos em Rio dos Cedros.

Em Brusque, o Corpo de Bombeiros busca por um homem de 28 anos. Ele atravessava uma ponte pênsil de moto quando a estrutura rompeu em três pontos. O rapaz caiu no rio Itajaí-Mirim e não foi mais avistado.

+

Tempo