O que as cidades do Norte de SC estão fazendo para se preparar para o frio extremo

Com onda de frio rigoroso, temperaturas na região Norte do Estado podem chegar a -7°C

O frio deve chegar com tudo nesta semana em toda Santa Catarina e, com a previsão de temperaturas muito baixas, as cidades do Norte do Estado começam a se preparar para enfrentar os desafios da maior onda de frio dos últimos 66 anos.

Temperaturas vão cair com onda de frio extremo em SC – Foto: Luiz Felipe Marschalk/JMaisTemperaturas vão cair com onda de frio extremo em SC – Foto: Luiz Felipe Marschalk/JMais

Na quinta-feira (29), por exemplo, cidades como Itaiópolis e Canoinhas devem registrar mínima de -7°C. Até em cidades em que o frio não costuma ser tão intenso, como Joinville e Garuva, as baixas temperaturas devem surpreender, chegando a 1°C.

Diante de tanto frio, os riscos para a saúde e bem-estar de pessoas e animais, além da possibilidade de prejuízos na agricultura, preocupam em várias regiões, como no Norte de SC. Por isso, as prefeituras têm algumas ações preparadas para evitar problemas.

Confira as ações para evitar riscos do frio extremo no Norte de SC

Rio Negrinho

No Planalto Norte, a prefeitura de Rio Negrinho reabriu o abrigo para moradores em situação de rua no prédio da antiga delegacia, na região central da cidade. A respeito da agricultura, a orientação é que os produtores abriguem o rebanho em local fechado e protejam a plantação, principalmente rasteira.

São Bento do Sul

A prefeitura montou um espaço para pessoas que não têm onde passar a noite no antigo CAFI – Centro de Apoio e Formação Infanto Juvenil, na Vila 1° de Maio. É possível tomar banho, comer e pernoitar. Caso os moradores em situação de rua não queiram dormir no local, a equipe oferece cobertores.

Abrigo foi montado para receber população em situação de rua de São Bento do Sul – Foto: Prefeitura de São Bento do SulAbrigo foi montado para receber população em situação de rua de São Bento do Sul – Foto: Prefeitura de São Bento do Sul

Campo Alegre

Abrigo provisório está sendo finalizado na manhã desta terça-feira (27). Também há campanhas nas redes sociais com orientações para a proteção de todos os moradores.

Canoinhas

A cidade oferece abrigo para as pessoas em situação de rua na rua Benjamin Constant, 1345. Para acessar, é preciso ir ao Creas (rua Frei Menandro Kamps) ou ligar para o plantão no (47) 99916-1697.

Vagas extras foram reservas em hostel e em clínica de tratamento e haverá plantões nas ruas. Agasalhos e cobertores serão disponibilizados no terminal rodoviário.

Na agricultura, a prefeitura recomenda que os produtores abriguem os animais e cubram as plantas quando possível. Como as mudas de fumo ainda estão nas bandejas, o alerta é para cobri-las também.

Três Barras

Segundo a prefeitura, não há pessoas em situação de rua na cidade e uma campanha solidária foi realizada para arrecadar roupas e cobertas para famílias vulnerabilizadas. Já em relação à agricultura, os produtores têm se preparado por conta própria.

Porto União

Município tem ação para encaminhamento de pessoas em situação de risco para a casa de passagem, onde há refeições e são oferecidas camas para pernoite. Também há campanha com o Centro de Tratamento e Reabilitação de Animais para estimular o recolhimento dos animais. Cobertores estão sendo distribuídos para famílias vulnerabilizadas.

Major Vieira

O Coordenador Municipal de Proteção e Defesa Civil, Luiz Gonzaga Teles Neto, informa que raramente há pessoas em situação de rua na cidade, sem registros recentemente. A prefeitura fez a entrega de cobertores em um assentamento com necessidades específicas na zona rural.

Papanduva

Em Papanduva, haverá abrigo com alimentação para pessoas em situação de rua durante o período de frio extremo, além de assistência para outras pessoas em vulnerabilidade. A equipe da Defesa Civil fará plantão e pode ser acionada pelo (47) 99202-8663.

Balneário Barra do Sul

No município do Litoral Norte, um grupo foi criado para gerenciar a questão. A cozinha comunitária vai atender os moradores em situação de rua e pessoas cadastradas na assistência social receberão cobertores e colchões. Doações podem ser entregues na sede dos bombeiros voluntários e na Secretaria de Assistência Social e Saúde.

Barra Velha

A prefeitura de Barra Velha está arrecadando colchões, cobertores e itens de higiene pessoal para atender pessoas em situação de vulnerabilidade social. As doações podem ser levadas na Assistência Social (Rua José Manoel Rosa, nº 229).

Itapoá

Um abrigo provisório foi montado no Ginásio Ivo Zagonel, onde os moradores em situação de rua receberam itens de higiene pessoal e alimentos. Rondas noturnas também serão realizadas e roupas e cobertas podem ser doadas nos postos de saúde.

São Francisco do Sul

A cidade tem espaço de acolhimento no Ginásio Municipal Dauro Stazak, na Escola Waldemar da Costa, na Água Branca, que funciona das 18h às 7h e oferece refeição, banho, roupas e cobertores. Além disso, há abordagens com distribuição de cobertores e refeições.

Araquari

Araquari está atendendo os moradores em situação de rua na Casa de Passagem do município. É possível entrar em contato pelo telefone (47) 3447-1538.

Garuva

Os moradores em situação de rua serão acolhidos na Escola Municipal Tancredo de Almeida Neves, onde vão receber refeições. Há dormitórios para cerca de 30 pessoas e, em conjunto com o acolhimento, aqueles que ainda não tomaram a vacina contra a Covid-19 serão vacinados.

Guaramirim

O município tem parceria com ONG para abrigar pessoas em situação de vulnerabilidade. Quem precisar, pode ligar no (47) 9 9995-5258 ou ir até o Fome de Amor localizado na rua Natal Deretti, bairro Nova Esperança.

Doações de cobertores e roupas infantis e para adultos serão encaminhadas para famílias que necessitam e podem ser entregues no Fome de Amor, Ação Social, Primeira Igreja Batista de Guaramirim ou nos parceiros do Rotaract de Guaramirim.

Guaramirim tem parceria com ONG para acolhimento de pessoas em situação de rua – Foto: Prefeitura de GuaramirimGuaramirim tem parceria com ONG para acolhimento de pessoas em situação de rua – Foto: Prefeitura de Guaramirim

Corupá

Em Corupá, o município está oferecendo abrigo aos moradores em situação de rua e a Defesa Civil está em alerta. Segundo a assessoria, como a bananicultura predomina, com áreas extensas de plantio, não há muito o que fazer para proteger o cultivo.

Jaraguá do Sul

Equipes estão nas ruas nesta terça (27) para orientar e sensibilizar os moradores em situação de rua. A casa de passagem  está preparada para receber as pessoas e o Serviço Especializado em Abordagem Social pode ser acionado pelos telefones 99930-1247 e 3275-8750.

Massaranduba

A prefeitura informou que o município não tem pessoas em situação de rua e que Defesa Civil e Assistência Social estão em alerta para necessidades específicas.

São João do Itaperiú

Município informou que não pessoas em situação de rua e que ações serão concentradas no monitoramento de famílias vulnerabilizadas. Com base nos cadastros da Assistência Social, as pessoas devem receber doações de mantimentos, cobertores e roupas.

Joinville

A cidade abre nesta terça (27), às 18h, o abrigo emergencial no Ginásio Abel Schulz, com capacidade para 100 pessoas, que receberão jantar e café da manhã em uma estrutura preparada também com colchões e cobertores. Haverá espaço para os animais dos moradores acolhidos.

No ginásio, ainda são recebidas doações de roupas e cobertas. Além do abrigo emergencial, a Casa Vó Joaquina e a Comunidade Eis-Me Aqui também recebem pessoas, com capacidade para 80 pessoas.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Tempo

Loading...