Potira traz ventania e deixa mar agitado em SC; confira a previsão para esta sexta

Órgãos como a Epagri/Ciram e Defesa Civil destacaram estado de atenção no Litoral catarinense entre esta sexta-feira (23) e sábado (24)

O sistema de ciclone que atinge o oceano em Santa Catarina, chamado de tempestade subtropical Potira, segue provocando influências marítimas no decorrer desta sexta-feira (23), de acordo com a Epagri/Ciram. O órgão destacou estado de atenção para mar muito agitado, ventania de até 60 km/h pela manhã e ondas com picos de até 3,5m.

A Defesa Civil também emitiu alerta para ressaca e ressaltou que há risco moderado para desastres associados ao fenômeno até a manhã deste sábado (24).

O risco de ressaca é alto durante a passagem da tempestade Potira – Foto: Gabriely SilvaO risco de ressaca é alto durante a passagem da tempestade Potira – Foto: Gabriely Silva

Segundo a Epagri/Ciram, a previsão é de vento sudeste entre 50 e 60 km/h durante toda a sexta no Litoral de Santa Catarina, com mais força ao Sul de Florianópolis e afastado da costa.

A condição é desfavorável para a navegação de pequenas e médias embarcações.

A Defesa Civil do Estado emitiu alerta para a presença do ciclone subtropical no oceano, que provoca a condição de mar “muito agitado” desde quarta-feira (21).

Nesta quinta (22), inclusive, a tempestade Potira chamou a atenção no Litoral catarinense.

De acordo com a Defesa Civil, a influência segue até às 12h deste sábado (24). São esperadas ondas com direção de quadrante sudeste/leste de até 3,5m.

Há chance de ressaca, com risco moderado para desastres, alerta o órgão. As áreas mais afetadas são aquelas destacadas em laranja no mapa abaixo, que abrange a faixa costeira entre a Grande Florianópolis e o Litoral Sul.

Litoral catarinense em estado de atenção para mar agitado – Foto: Divulgação/Defesa CivilLitoral catarinense em estado de atenção para mar agitado – Foto: Divulgação/Defesa Civil

Cuidados e recomendações

Em casos de mar muito agitado, a Defesa Civil indica que a população evite as seguintes ações:

  • A navegação e a atividade de pesca;
  • banhar-se no mar ou praticar esportes náuticos;
  • caminhar ou pedalar na orla, caso as ondas estejam atingindo a ciclovia.

Quando houver ressaca, vale ressaltar a atenção para edificações, infraestruturas e vias em áreas vulneráveis à erosão.

Proteja embarcações e apetrechos de pesca e maricultura.

+

Tempo

Loading...