Previsão de frio intenso acende alerta em SC; confira orientações do Corpo de Bombeiros

Corporação listou cuidados importantes para humanos e animais durante o período de frio no Estado, além de recomendações sobre o uso de aquecedores

O Corpo de Bombeiros de Santa Catarina emitiu um alerta sobre a chegada do frio intenso ao Estado nesta segunda-feira (16). A corporação chama atenção para a necessidade de agasalhamento e hidratação, tanto de humanos quanto de animais, por meio da ingestão de líquidos, além dos cuidados com eletrodomésticos e riscos de incêndio.

Casacos já podem sair do armário com a chegada de baixas temperaturas – Foto: Felipe Carneiro/Especial para NDCasacos já podem sair do armário com a chegada de baixas temperaturas – Foto: Felipe Carneiro/Especial para ND

O tempo frio contribui para a baixa na imunidade e torna necessário manter, apesar das temperaturas ‘geladas’, os ambientes ventilados. O álcool em gel, para evitar a propagação de doenças, também deve ser usado com cuidado.

Com relação aos eletrodomésticos e eletrônicos, fica o alerta para o uso de aquecedores, fogões a lenha, lareiras e ar-condicionado. Cabe lembrar que, nas épocas de frio, se tornam mais prováveis os acidentes domésticos e incêndios envolvendo equipamentos elétricos.

Em 2021, por exemplo, foram 64 ocorrências envolvendo fogões a lenha, sendo que, em 2020, houve 49. Em 2019, foram 43. Já com lareiras, foram 25 registros em 2021, 15 em 2020 e 19 em 2019.

Confira dicas para se proteger do frio

  • Ao utilizar qualquer tipo de aquecedor, é preciso ventilar o ambiente, evitando causar asfixia, em razão do consumo de oxigênio no local, ou intoxicação com monóxido de carbono;
  • Verifique se a instalação do equipamento está em local seguro da residência, distante de cortinas, estofados, móveis, e demais materiais inflamáveis e não coloque nada, nenhum material combustível, sobre os aquecedores, já que em caso de incêndio eles propagarão as chamas rapidamente;
  • Mantenha crianças e idosos em uma distância segura de lareiras ou fogões a lenha, bem como fique atento com a utilização de aquecedores;
  • Os aparelhos aquecedores elétricos devem ser certificados pelo Inmetro e, antes de ligá-los, verifique a voltagem e se não existe a necessidade de manutenção ou limpeza;
  • As lareiras devem ter tela metálica, com malha entre 2 e 5 mm de espessura para evitar que as fagulhas sejam propagadas para fora do local de queima, além de utilizar material próprio para funcionamento, sem colocar lenha em excesso;
  • Nunca deixe o local sem antes se certificar que o fogo está extinto. Preferencialmente utilize um anteparo não-combustível na frente de fogões e lareiras;
  • Se utilizadas lareiras que utilizem combustível líquido, as chamadas lareiras ecológicas, tome cuidado com as recomendações dos fabricantes. Nunca manuseie a sua lareira ecológica com o equipamento quente, uma vez que essa situação pode ocasionar uma explosão;
  • Antes de acender lareiras e fogões a lenha, verifique a instalação das chaminés, se estão em perfeitas condições e em locais seguros.

Cuidados com animais domésticos

Os animais também sentem frio e devem ser protegidos. Segundo as informações da Coordenadoria de Busca, Resgate e Salvamento com Cães, algumas dicas podem ser seguidas para evitar acidentes e sofrimento aos bichos por conta do frio. Confira:

Animais também necessitam de atenção durante épocas de frio no Estado – Foto: Pexels/Reprodução/NDAnimais também necessitam de atenção durante épocas de frio no Estado – Foto: Pexels/Reprodução/ND
  • Os animais domésticos que são escovados e tomam banhos frequentes perdem a proteção natural e requerem cuidados específicos;
  • Se os animais não forem peludos, coloque roupas neles, desde que eles se adaptem bem ao acessório e que seja uma de tecido macio. Caso o animal não aceite, não insista;
    • Outra opção são as cobertas próprias para cães, que ajudam bastante nesses dias. Basta colocar no local em que o animal dorme ou passa boa parte do tempo, como na casinha;
    • Não deixe seu animal sozinho próximo a lareiras e aquecedores. Tenha uma barreira, principalmente quando forem filhotes, uma vez que a curiosidade do animal pode causar um acidente e ele vir a se machucar.

    Acidentes de trânsito

    Em caso de neve, geada ou umidade devido às temperaturas negativas, por exemplo, a pista fica escorregadia e as chances de acontecer um acidente de trânsito aumentam expressivamente, conforme alertam os Bombeiros.

    Por isso, é importante manter apenas o deslocamento necessário, com distância do veículo da frente. Além disso, é importante trafegar com a velocidade reduzida. Manter em dia a manutenção do carro também faz parte dos cuidados com o frio.

    +

    Tempo

    Loading...