SC decreta emergência e calamidade no Oeste e Alto Vale do Itajaí

Decretos foram homologados no Diário Oficial desta segunda-feira (28); enquanto uma região sofre com a estiagem prolongada, a outra enfrenta fortes chuvas

O governo do Estado de Santa Catarina homologou situação de emergência e calamidade pública em municípios do Oeste, Meio-Oeste e Alto Vale do Itajaí.

Município de Presidente Getúlio foi atingido por deslizamento – Foto: Divulgação / Defesa Civil SCMunicípio de Presidente Getúlio foi atingido por deslizamento – Foto: Divulgação / Defesa Civil SC

As situações de emergência e calamidade pública foram decretadas pelos municípios e homologadas pelo Estado no DOE (Diário Oficial do Estado) desta segunda-feira (28).

O ato vale por 180 dias a partir da data de publicação. A motivação dos decretos, contudo, difere para cada região.

As regiões Oeste e Meio-Oeste catarinense são afetadas há meses por uma forte estiagem que impacta o abastecimento de água e a produção agropecuária.

Já o Alto Vale do Itajaí tem sofrido com as chuvas constantes que iniciaram em meados do mês de dezembro. Temporais causaram mortes e deixaram um rastro de destruição em diversos municípios.

As fortes chuvas também levaram a prefeitura de Bombinhas, no Litoral Norte do Estado, a decretar estado de emergência. A cidade foi a mais atingida na região da Foz do Rio Itajaí pela enxurrada.

Confira o que dizem os decretos:

Por conta da estiagem, foi decretada situação de emergência nível 2 por 180 dias no seguintes municípios do Oeste e do Meio-Oeste de Santa Catarina:

  • Faxinal dos Guedes
  • Xanxerê
  • Água Doce
  • Ouro Verde
  • Vargeão
  • Jaborá
  • São Bernardino
  • Pinhalzinho
  • Palma Sola
  • Ibicaré
  • Monte Carlo
  • Formosa do Sul

Devido às fortes chuvas, foi decretado o estado de calamidade pública nível 3 por 180 dias nos seguintes municípios do Alto Vale do Itajaí:

  • Presidente Getúlio
  • Ibirama
  • Rio do Sul

Também por conta das chuvas, foi decretada situação de emergência nível 2 por 180 dias nos municípios de:

  • Aurora
  • Lontras
  • Vidal Ramos

De acordo com a Defesa Civil de Santa Catarina, são três os níveis de desastres, classificados conforme a intensidade: nível 1 – pequena intensidade; nível 2 – média intensidade; e nível 3 – grande intensidade.

Os desastres de nível 1 e 2 justificam a decretação de situação de emergência, enquanto os desastres de nível 3, a de estado de calamidade pública.

Novo alerta para chuva forte

A Defesa Civil emitiu novo alerta de chuvas fortes em Santa Catarina para esta terça-feira (29). De acordo com o órgão, há risco de alagamentos, deslizamentos e enxurradas pontuais.

O alerta começou a valer às 12h desta terça e permanece até o fim do dia, às 23h59. Volumes pontuais de chuva, acima dos 50 mm, estão previstos.

Volumes de chuva podem passar os 50 mm – Foto: Defesa Civil/Divulgação/NDVolumes de chuva podem passar os 50 mm – Foto: Defesa Civil/Divulgação/ND

Segundo a Defesa Civil de Santa Catarina, há risco alto para ocorrências nas regiões em laranja no mapa. De forma localizada, não são descartadas rajadas de vento e queda de granizo.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Tempo