Alertas meteorológicos serão mais ágeis em SC com nova plataforma

Plataforma que informa previsões de eventos climáticos com no máximo seis horas de antecedência será usada a partir de segunda-feira (14)

Uma nova plataforma para emissão de alertas de curtíssimo prazo (Nowcasting) entra em funcionamento a partir da próxima segunda-feira (14), em SC.

O sistema, desenvolvido sem custos pela equipe de meteorologistas da DSCS (Defesa Civil de Santa Catarina), é utilizado em alertas de previsões com no máximo seis horas de antecedência do evento climático.  O objetivo é informar melhor a população durante o monitoramento meteorológico no Estado. 

Sistema passa a operar em SC a partir desta segunda-feira (14). – Foto: Flávio Jr/DCSC/ND

A novidade na forma de comunicação dos alertas das tempestades ressalta, ainda mais, as cores que informam a gravidade do evento climático. A cor amarela representa nível moderado, o laranja é nível alto e a cor vermelha risco muito alto. O produto foi desenvolvido com base nos mais eficientes sistemas de alertas meteorológicos do mundo.

O sistema é inédito no Brasil e será operado por meio de uma plataforma que possibilita que a informação seja transmitida com poucos cliques e de maneira ágil para todo o território catarinense. Os alertas serão disponibilizados através de publicações das redes sociais e página oficial da Defesa Civil de SC.

O novo produto tem a arte gráfica de fácil compreensão e traz diversas inovações, como o destaque para os tipos de eventos. Segundo o coordenador de monitoramento e alerta da DCSC, Frederico de Moraes Ruthorff, o órgão já conta com uma estrutura de meteorologia que opera de forma contínua e o novo sistema vai trazer mais eficiência no trabalho realizado.

 A plataforma visa aperfeiçoar o monitoramento meteorológico da Defesa Civil, tanto com a contratação de uma equipe capacitada de meteorologistas, quanto com a utilização das mais modernas tecnologias. “É um trabalho de prevenção que prepara a população para o enfrentamento e o impacto de tempestades intensas. Santa Catarina está localizada em uma região recorrente de eventos extremos e devemos ter uma atenção especial para preservar vidas e reduzir os prejuízos”, explica o chefe da DCSC, João Batista Cordeiro Júnior.

As mensagens enviadas via SMS, Google e através das emissoras fechadas de televisão não sofrem alterações e continuarão a ser enviadas a partir do nível de atenção.

+

Tempo