Sobe para mil número de desabrigados na região serrana do Rio

O número de desabrigados e desalojados pela chuva já está próximo dos mil em Teresópolis, na região serrana do Rio, informou a assessoria de imprensa do município na noite deste sábado (7). O forte temporal que atingiu a cidade na noite de sexta-feira (6) deixou cinco mortos e 15 feridos.

Neste sábado, a Prefeitura de Teresópolis começou a cadastrar os moradores que perderam suas casas ou tiveram que abandoná-las por causa de risco de desabamento. A Defesa Civil do município interditou 160 imóveis depois do temporal.

O cadastramento está sendo feito desde a madrugada por equipes das secretarias municipais de Desenvolvimento Social e dos Direitos da Mulher. Segundo a prefeitura, o objetivo é identificar as vítimas e levantar as necessidades de cada família, como o recebimento de cestas básicas, o abastecimento de água e o pagamento de Aluguel Social.

De acordo com a prefeitura, cinco abrigos provisórios foram montados para receber os desabrigados e desalojados da chuva. A Secretaria Nacional de Defesa Civil, ligada ao Ministério da Integração, enviou 600 cestas básicas para ajudar os desabrigados no município.

Na tarde deste sábado, uma chuva fraca voltou a cair em Teresópolis. Segundo o secretário estadual de Defesa Civil e comandante do Corpo de Bombeiros, Sérgio Simões, o município ainda está em estágio de atenção. De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a frente fria que provocou o temporal de sexta-feira já deixou o Estado e seguiu para o Espírito Santo.

Mas, segundo o instituto, podem ocorrer pancadas de chuva e trovoadas na serra fluminense. No temporal desta sexta, choveu em três horas o equivalente a metade do volume esperado para todo o mês de abril.

+

Tempo