Tornado em SC causou estragos em 72 escolas da rede estadual

Entre as unidades atingidas, 38 estavam em obras após também serem afetadas pela passagem do ciclone-bomba em junho

A passagem do tornado e o forte temporal que atingiu Santa Catarina entre sexta-feira (14) e sábado (15) causou estragos em 72 escolas da rede estadual de ensino. De acordo com a Defesa Civil, 37 municípios foram afetados pelo fenômeno climático, com 850 desabrigados e 653 desalojados.

Tornado causou estragos em 72 escolas da rede estadual de ensino – Foto: SED/Divulgação/NDTornado causou estragos em 72 escolas da rede estadual de ensino – Foto: SED/Divulgação/ND

O levantamento das escolas está sendo feito pelos técnicos da SED (Secretaria de Estado da Educação), e divulgado em um relatório preliminar elaborado pela Diretoria de Infraestrutura Escolar com as Coordenadorias Regionais de Educação.

Entre as escolas atingidas, 38 estavam em obras após também serem afetadas pelo ciclone-bomba em junho, que causou estragos em 412 escolas da rede, e tiveram a situação agravada após o tornado.

Em outras 34 unidades de ensino, foram identificadas avarias na infraestrutura apenas depois dos fenômenos climáticos dos últimos dias. Apenas na região de Itajaí, houve o registro de 18 escolas afetadas.

Os principais estragos incluem quebra de parte do telhado, queda do forro, janelas danificadas e infiltrações. Como consequência, a maioria das escolas atingidas registrou alagamentos nas salas de aula, corredores e ginásio, além de materiais ou equipamentos danificados.

Plano de recuperação das escolas

A SED deve concluir o relatório nos próximos dias com o detalhamento dos estragos causados às escolas. A partir dessas informações, será criado um plano de ação para estimar os investimentos necessário para recuperar a estrutura das escolas e iniciar as devidas reparações nas unidades de ensino.

“Mais um fenômeno da natureza que atinge as nossas escolas, muitas das quais estávamos recuperando em função do ciclone”, disse o secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni.

Segundo Uggioni, a pasta está trabalhando com agilidade no levantamento do nível das avarias “para podermos fazer a intervenção o mais rápido possível e deixarmos as nossas escolas em perfeitas condições de uso para quando tivermos o retorno das atividades presenciais”, afirma.

Secretaria de Educação faz levantamento dos estragos após passagem de temporal e tornado em Santa Catarina – Foto: SED/Divulgação/NDSecretaria de Educação faz levantamento dos estragos após passagem de temporal e tornado em Santa Catarina – Foto: SED/Divulgação/ND

As 1.065 escolas da rede estadual de Ensino de Santa Catarina estão sem atividades letivas presenciais desde o dia 19 de março, quando as aulas foram suspensas no combate à contaminação pelo novo coronavírus.

+

Tempo

Loading...