VÍDEO: Ressaca atinge hostel e estrutura fica pendurada em praia de Florianópolis

Defesa Civil do município interditou área de lazer do empreendimento; morador diz que é comum ver estragos causados pela maré no bairro

Uma estrutura de madeira de um hostel e uma piscina foram interditadas pela Defesa Civil de Florianópolis após cederem na rua Aroeira do Campo, na praia do Campeche, em Florianópolis. Na madrugada desta sexta-feira (20), a maré atingiu a base dessas estruturas assustando moradores do local.

Área foi interditada e segue sendo monitorada – Foto: Defesa Civil Florianópolis/Divulgação/NDÁrea foi interditada e segue sendo monitorada – Foto: Defesa Civil Florianópolis/Divulgação/ND

A administração do hostel foi procurada, mas não se manifestou. Segundo informações apuradas pelo Balanço Geral SC, alguns hóspedes estavam no local na hora que a estrutura foi atingida, mas não se feriram.

De acordo com o gerente de Operações da Defesa Civil, Alexandre Vieira, os estragos são efeito da ressaca marítima. “Acabou o mar batendo com muita força na duna frontal, retirando sedimento em alguns pontos de 6 metros, e acabou danificando toda a parte da área de lazer do hostel, o deck, a piscina e um quiosque, que foi interditada na parte da manhã”, afirmou Alexandre.

A Defesa Civil segue monitorando a situação, já que a estrutura ainda corre risco de ceder completamente. “Foi liberado para os proprietários colocarem emergencialmente as bags de areia para proteger o que restou da estrutura”, finalizou o gerente do órgão.

Proprietário foi liberado para colocar bags de areia e evitar mais estragos – Vídeo: Defesa Civil de Florianópolis/Divulgação/ND

Próximo ao hostel, uma árvore caiu na faixa de areia da praia. Para o presidente da Associação de Moradores de Areias do Campeche, Ivan Botelho, a situação preocupa, mas os moradores do local já estão acostumados com a maré alta afetando estruturas na praia. “Bate muito forte, a maré tá muito forte. Todo mês de maio acontece isso”, pontuou Ivan.

Desde que a tempestade Yakecan atingiu o Sul do Brasil foram registrados estragos em toda Santa Catarina. Em Florianópolis, o bairro Ribeirão da Ilha foi o mais afetado, com casas e comércios invadidos pela água do mar. Alagamentos em rodovias também provocaram transtornos no trânsito do Norte ao Sul da Ilha de Santa Catarina.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Tempo

Loading...