Vídeos mostram fúria da natureza em SC: ‘cadeiras pareciam folhas de papel’

Rajadas de vento destelharam casas, empresas e arrancaram árvores em várias partes do município

Calor e umidade provocaram fortes temporais nesta terça-feira (25) em cidades do Extremo-Oeste de Santa Catarina. Em Iraceminha, intensas rajadas de vento destelharam casas e arrancaram árvores na área rural.

Danos foram registrados em diversas casas — Foto: Daniel Tedesco/Arquivo Pessoal/NDDanos foram registrados em diversas casas — Foto: Daniel Tedesco/Arquivo Pessoal/ND

Margarida Bohn, coordenadora municipal da Defesa Civil, informou que sete casas foram destelhadas na comunidade Campinas. Também houve registro de granizo e uma árvore atingiu um imóvel, mas ninguém se machucou.

Na comunidade Tope da Serra, o vento destelhou casas e empresas, como uma fábrica de panelas, uma borracharia e um restaurante. Uma câmera do sistema de monitoramento externo de uma residência firmou a passagem do vendaval, por volta das 14h30.

Em Iraceminha - Defesa Civil/Divulgação/ND
1 3
Em Iraceminha - Defesa Civil/Divulgação/ND
Em Iraceminha - Defesa Civil/Divulgação/ND
2 3
Em Iraceminha - Defesa Civil/Divulgação/ND
Em Iraceminha - Defesa Civil/Divulgação/ND
3 3
Em Iraceminha - Defesa Civil/Divulgação/ND

A imagem da câmera mostra a força do vento que chegou a quebrar galhos de árvores e levantou a lona que cobria a piscina no quintal da casa. 70% do sistema solar do imóvel foi arrancado pelo vento e telhas foram quebradas.

“Começou um vento leve e de repente deu um pico intenso. Durou cerca de dois minutos de rajadas de vento extremamente fortes. As cadeiras pareciam folhas de papel voando”, contou Daniel Tedesco, dono da casa e gerente do restaurante.

Câmera de monitoramento mostra a força do vento — Vídeo: Daniel Tedesco/Arquivo Pessoal/ND

Câmera de monitoramento mostra a força do vento – Vídeo: Daniel Tedesco/Arquivo Pessoal/ND

A Defesa Civil ajudou os atingidos com lonas e máquinas da prefeitura realizaram a remoção de árvores derrubadas pelo vento. Não houve registro de feridos.

Porta de rádio voa

Outra imagem impressionante do vendaval ocorreu em Bom Jesus do Oeste, nesta terça-feira. As rajadas de vento arrancaram a porta de uma emissora de rádio e assustou moradores. A cidade também registrou destelhamentos.

Temporal ocorreu na tarde desta terça-feira em Bom Jesus do Oeste — Vídeo: Rádio Emy10/Divulgação/ND

Estragos também foram registrados em Pinhalzinho. Em um dos bairros, mais de 20 casas foram destelhadas e danos também foram contabilizados no Parque de Exposições da Cooperativa Regional Itaipu, onde ocorre um dos maiores eventos do agronegócio do Estado, em Pinhalzinho, no Oeste. A realização da 23ª edição da Itaipu Rural Show está mantida. O evento ocorre de 2 a 5 de fevereiro.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Tempo

Loading...