Brasileiro de tiro paralímpico encerra temporada de novidades

Competição começa nesta sexta-feira (10), no Centro Militar de Tiro Esportivo, que abrigou as provas na Rio-2016, reunindo 49 atletas representando sete estados brasileiros

O Brasileiro de tiro esportivo paralímpico também servirá para ajudar a formar a Seleção Brasileira que vai ao Mundial de 2018 (Crédito: Alexandre Magno/MPIX/CPB)
O Brasileiro de tiro esportivo paralímpico também servirá para ajudar a formar a Seleção Brasileira que vai ao Mundial de 2018 (Crédito: Alexandre Magno/MPIX/CPB)

A temporada 2017 do tiro esportivo paralímpico terá como ponto final a disputa do Campeonato Brasileiro da modalidade, que começa nesta sexta-feira (10), nas dependências do Centro Militar de Tiro Esportivo (CMTE), mesmo local que abrigou as provas na Olimpíada e Paralimpíada Rio-2016. Trata-se da mais importante competição do ano, reunindo 49 atletas de sete estados.

O Brasileiro irá até o próximo domingo (12) e encerrará um ano de muitas mudanças estruturais e de calendário no tiro esportivo paralímpico, segundo explicou Felipe Dias, coordenador geral da competição.

– Tivemos um ano atípico no tiro esportivo, porque houve uma reformulação na coordenação técnica do esporte e também no calendário. Adicionamos a Copa Sul-Americana, que deu aos atletas a oportunidade de experimentarem uma competição internacional – explicou Dias.

Além de brigar pelo título nacional, os atletas terão uma motivação extra neste Brasileiro. O torneio servirá para acumular preciosos pontos no ranking nacional do tiro paralímpico, servindo como base para a escolha da Seleção Brasileira que no ano que vem disputará o Mundial da modalidade, em maio, em Cheongju, na Coreia do Sul.

Segundo Felipe Dias, além de mudanças na formação das seleções, a temporada de 2018 também deverá marcar uma mudança de filosofia, com a coordenação da entidade buscando fomentar a base do tiro paralímpico.

– Vamos continuar investindo no alto rendimento, mas queremos preparar as gerações futuras. Parcerias com novos clubes e universidades, treinamento de técnicos e classificadores funcionais. Vamos engajar também a arbitragem que foi formada nos Jogos Paralímpicos Rio 2016 – afirmou Dias.

Nesta sexta e sábado, as competições no CMTE acontecerão em dois horários, das 9 às 12h e das 14 às 17h. No domingo, as disputas ocorrerão entre 9 e 12h30. O CMTE fica na Avenida Brasil, 26.196, no Rio.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Tiro esportivo

Loading...