Acidente que matou 29 pessoas no Oeste de SC completa 10 anos

A colisão entre um ônibus e uma carreta bitrem ocorreu no dia 5 de março de 2011, na BR-282, em Descanso

Por volta das 3h da madrugada do dia 5 de março de 2011, há 10 anos, ocorria um dos maiores e graves acidentes registrados em Santa Catarina. Um caminhão se chocou com um ônibus de turismo no Km 639 da BR-282, em Descanso, no Oeste de Santa Catarina. 

O acidente ocorreu na madrugada do sábado, dia 5 de março de 2011 e completou 10 anos esta semana. – Foto: Jornal Folha do Oeste/ReproduçãoO acidente ocorreu na madrugada do sábado, dia 5 de março de 2011 e completou 10 anos esta semana. – Foto: Jornal Folha do Oeste/Reprodução

Ao todo, 29 pessoas morreram e 17 ficaram feridas na tragédia. Das 29 vítimas, 26 foram a óbito no local do acidente e outras três pessoas morreram depois em hospitais de Santa Catarina. Ao todo, 26 eram ligadas à comunidade Linha Salto, no interior de Santo Cristo (RS), de onde o ônibus havia saído.

O coletivo levava uma equipe de bolão para uma partida em Marechal Cândido Rondon, no Paraná. No sentido contrário trafegava uma carreta bitrem, com placas de Pelotas (RS) que estava carregada de tábuas de madeira.

Carreta deslizou 50 metros

Carreta deslizou por 50 metros – Foto: Jornal a Imagem/ReproduçãoCarreta deslizou por 50 metros – Foto: Jornal a Imagem/Reprodução

Na região da Linha Santo Expedido, em Descanso, a carreta tombou em uma curva, deslizou cerca de 50 metros e bateu de frente com o ônibus. As tábuas do caminhão caíram sobre o ônibus, que transportava 43 passageiros e dois motoristas.

Segundo informações apuradas na época, o motorista do caminhão, Fernando Zanetti Furtado, de 29 anos, teria perdido o controle e colidido com o ônibus. O motorista da carreta morreu no local. O trecho da BR-282 ficou completamente bloqueado até as 5h entre o local do acidente.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Trânsito