Alterações no trânsito da Avenida Leoberto Leal em São José dividem opiniões

Comerciantes reclamam da queda do movimento em seus estabelecimentos

Eduardo Valente/ND

Embora motoristas reclamem, passageiros de ônibus elogiam a mudança

“A cada minuto mais de 300 veículos passam pela avenida Leoberto Leal”, informa Clóvis Machado, agente de fiscalização da Guarda Municipal de São José. O órgão tem realizado um trabalho efetivo de fiscalização e orientação com os motoristas para a fase experimental das alterações no trânsito, que teve início no último dia 2 e prossegue até o dia 20. O objetivo das mudanças é melhorar a mobilidade urbana na principal via de Barreiros. Para isso, houve a proibição da conversão à esquerda em alguns trechos. Os retornos só podem ser realizados nos cruzamentos com as ruas Hermes Zappelini, Capitão Pedro Leite e Manoel Loureiro. As medidas ainda dividem opiniões

“O excesso de conversões à esquerda comprometia a capacidade e fluidez de trânsito na via”, garante a engenheira de tráfego, Eliara Porto.

Para a diretora geral de Trânsito Municipal, Keila Theiss, a mudança tem tido um resultado positivo. “De um modo geral, as pessoas têm dado um bom retorno, mas é claro que tivemos pessoas insatisfeitas. Não tem como agradar a todos”, diz.

A principal reclamação dos motoristas é a distância para poder realizar as conversões. Já os comerciantes se queixam da queda nas vendas.

“Prejudicou muito o movimento. Diversos comerciantes estão insatisfeitos. Até como motorista a mudança para mim não foi benéfica. Continua um caos e os nossos clientes têm reclamado muito”, afirma a gerente da Farmácia Pague Menos, Michele Cristine.

Para avaliar os resultados da mudança, um questionário encontra-se disponível no site da Prefeitura de São José para que o cidadão possa fazer sua avaliação, contribuindo com sugestões, melhorias e críticas. O formulário pode ser preenchido até o dia 22/12.

Com o resultado da pesquisa e levando-se em consideração também a opinião das empresas de transporte coletivo, além de critérios do setor de engenharia como fluidez e percurso, o Departamento de Trânsito decidirá pela continuidade ou retirada das barreiras e da nova sinalização inserida na Avenida Leoberto Leal.

Comerciantes e motoristas avaliam mudanças

Aline Lopes Nunes, funcionária da Lu Mary Calçados

“A mudança não foi prejudicial para a nossa loja. Ficou melhor inclusive para o pedestre”.

Schirlei Botelho, proprietária da Loja Anie Flores

“O movimento caiu muito, pois como o retorno fica muito longe, o cliente acaba indo em outro local. Já tínhamos um movimento fraco devido à falta de vagas para estacionar, agora com as mudanças no trânsito piorou. Para os comerciantes foi muito ruim a mudança, mas o trânsito passou a fluir melhor. O pessoal acha que desafogou o trânsito. Temos que continuar avaliando essa mudança”.

Rodrigo Santos, lutador de MMA e morador da Palhoça

“Ficou confusa a mudança. Já estávamos acostumados com a sinalização antiga. Para mim inclusive demorou o tempo de percurso até aqui em até 10 minutos”.

Filipe Cruz, lutador de MMA e morador do Pântano do Sul

“Achei ruim a mudança, até mesmo para o pedestre já que tiraram até a sinaleira. Fica ruim também para quem precisa andar por Barreiros”.

Mário Moisés da Costa, motorista

“Ficou péssimo. Falta engenheiro e competência para gerir o trânsito em São José. Quem precisa fazer as coisas em Barreiros só ficou prejudicado”.

Ironi Oliveira, aposentada

“Aprovei a mudança. O trânsito flui melhor. Só que para atravessar ainda não está seguro”.

Usuários do transporte coletivo elogiam novidade

Apesar das reclamações dos comerciantes e até mesmo dos motoristas, as alterações na avenida Leoberto Leal trouxeram melhorias na mobilidade urbana para quem se desloca para Florianópolis. Quem garante é a diretora geral de Trânsito de São José, Keila Theiss, que verificou satisfação grande dos passageiros do transporte coletivo. “Antes de Florianópolis até o trevo de Barreiros demorava de 55 minutos  a 1hora05min, hoje verificamos que esse tempo reduziu de 21 a 23 minutos”, diz.

O supervisor de tráfego do transporte coletivo da empresa Biguaçu, Jair João Cantalice fez a mesma constatação. “Houve muita aprovação dos usuários, que viram o tempo de percurso reduzir em horário de pico. Os passageiros estão muito alegres com a rapidez e chegam ao serviço mais tranquilo. Foi uma mudança muito boa e esperamos que continue”, declara.

Guarda ajuda a orientar

Das 5h30 às 22h, todos os dias, duas viaturas da Guarda Municipal ficam de plantão na avenida Leoberto Leal, em Barreiros para orientar os motoristas e pedestres diante das alterações realizadas no local.

De acordo com Keila Theiss, diretora geral de Trânsito do município, os motoristas já estão cientes das mudanças, havendo poucas notificações. “É uma minoria que não obedece. Mas estamos fiscalizando sempre, atentos a qualquer problema “, diz o agente de fiscalização da Guarda Municipal, Clovis Machado.

Para a próxima semana, uma nova sinalização será colocada no local, já que a atual não é suficiente. Se a mudança for aprovada, também serão instaladas muretas fixas.

Outras mudanças também serão realizadas para melhorar o fluxo de veículos na Avenida Leoberto Leal. Houve uma alteração na rua Coronel Américo, que agora é sentido único na primeira quadra. A rua Isaltina Paula Cidade em breve também será sentido único.

Para melhorar a mobilidade em toda cidade, a prefeitura anuncia novas mudanças para 2014. Logo no início do ano haverá alterações no trânsito no entorno do Supermercado Giassi, na região de Campinas/Kobrasol. Estão previstas mudanças também no Trevo de Forquilhinhas, em conjunto com a  Autopista Litoral Sul.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Trânsito

Loading...