Após manhã de caos, prefeito Gean Loureiro fala sobre a mobilidade urbana em Florianópolis

Apesar da rotina de caos na cidade, o prefeito Gean Loureiro garantiu que há 40 intervenções sendo feitas para minimizar os problemas

O tombamento de um caminhão de lixo centro de Florianópolis parou a cidade nesta manhã de segunda-feira (9). Mais cedo, na Via Expressa, um veículo com problemas mecânicos também atrasou motoristas que precisavam entrar na Ilha.

Apesar da rotina de caos na cidade, o prefeito Gean Loureiro garantiu que há 40 intervenções sendo feitas para tentar minimizar os problemas diários.

Prefeito Gean Loureiro fala sobre a mobilidade urbana em Florianópolis – Foto: Gustavo Bruning/ND

Primeira liderança política a visitar a nova redação integrada do Grupo ND, Loureiro conversou com a reportagem do nd+ no fim desta manhã. Na entrevista, o prefeito afirmou que as obras pontuais devem ser finalizadas até julho. Além disso, outras obras e projetos vão facilitar a mobilidade na cidade. 

“Fazemos tudo para melhorar a mobilidade de Florianópolis. Priorizar a ponte para o transporte público e assinar o contrato da Zona Azul já ajudam. Hoje, moradores do Estreito levam 10 minutos para chegar ao centro”, contou o prefeito dentro do estúdio da redação integrada. 

O projeto ‘Mais Mobilidade’, desenvolvido pela Prefeitura, estabelece quatro eixos para serem trabalhados com o objetivo de resolver os nós do trânsito de Florianópolis. O plano de mobilidade da uma atenção significativa também para o uso de bicicletas.

Leia também:

Zona Azul

De acordo com a prefeitura, até quarta-feira (11), será assinado o contrato de emergência da empresa que fará a nova gestão da Zona Azul na cidade. Após a formalização, motoristas que desejarem estacionar nas ruas de Florianópolis pagarão R$ 2 por hora de estacionamento na vaga.

O rompimento com a Dom Parking foi motivado por uma inadimplência calculada em cerca de R$ 20 milhões, que está sendo cobrada pelo município na Justiça.

Ônibus na ponte

Desde janeiro, ônibus do transporte coletivo da Grande Florianópolis passam pela ponte Hercílio Luz. Segundo Gean, a ideia é de que ao passar do tempo, a população possa abandonar veículos próprios e “usar os públicos para dar mobilidade à cidade”, afirmou Gean. 

Nesta segunda-feira, a passagem de táxis foi liberada na via. Além disso, carros oficiais e de emergência também utilizam o local. 

Avenida das Rendeiras

Anunciado em fevereiro, o edital de licitação para a controversa obra de revitalização da Avenida das Rendeiras, na Lagoa da Conceição, deve ter seu vencedor divulgado em abril.Segundo a prefeitura, a expectativa é de que as obras tenham início no mês seguinte. 

“É um projeto que também vai ajudar o trânsito. E vai dar prioridade para as pessoas e para transporte público” afirmou. 

+

Trânsito