“Foi levar a esposa para trabalhar”, diz irmão de motociclista que morreu em Chapecó

Acidente ocorreu por volta das 9h30 desta quarta-feira (15), no Distrito de Marechal Bormann, na área Sul do município

Foi identificado, ainda na manhã desta quarta-feira (15), o motociclista que morreu por volta das 9h30, em um acidente de trânsito em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina.

Vanilson Bueno Rodrigues, de 25 anos, conduzia uma Honda NXR 125 vermelha, quando foi atingido por um caminhão caçamba, ambos veículos com placas de Chapecó, segundo a Polícia Militar. 

Motocilista morreu no local do acidente – Foto: Diego Antunes/NDTV

A vítima foi reconhecida no local do acidente pelo irmão, que estava no serviço quando soube da tragédia. O corpo foi recolhido ao IGP (Instituto Geral de Perícias). 

“Eu estava trabalhando quando um amigo me ligou, dizendo que meu irmão tinha sofrido um acidente. A princípio achei que era outro, mas quando cheguei aqui, vi que era realmente meu irmão”, disse José Rodrigues, emocionado.

Vanilson Rodrigues, 25 anos – Foto: Facebook/ND

O Corpo de Bombeiros Militar e o Samu estiveram no local do acidente, mas Vanilson já havia morrido. “Segundo informações, ele foi levar a esposa para trabalhar e estava voltando para casa. Não sabemos como aconteceu”, disse José.  

Dinâmica do acidente 

O caminhoneiro disse aos policiais que ele e o motociclista conduziam pela rodovia em direção ao Rio Grande do Sul. Contudo, ao dobrar na rua Afonso Scheffer, bateu contra o piloto da moto.

O homem ainda afirmou que ligou o pisca e olhou nos retrovisores, mas não viu o motociclista. O motociclista foi derrubado e atropelado pelo caminhão.  

A PM e a Polícia Civil fizeram o laudo do acidente para apontar as responsabilidades. Vanilson deixa a esposa e dois filhos.

+

Trânsito