Mãe e filha morrem em acidente na SC-350 em Aurora, no Alto Vale do Itajaí

Outras três, sendo duas crianças, ficaram feridas. Acidente ocorreu no início da manhã deste sábado (24)

Um grave acidente tirou a vida de mãe e filha e deixou outras três pessoas feridas no início da manhã deste sábado (24), próximo ao Centro do município de Aurora, na região do Alto Vale do Itajaí.

A colisão ocorreu no KM 366 da SC-350 por volta das 06h40, entre um Chevette com placas de Agronômica e um Fiesta placas de Aurora. As vítimas do Chevette, onde estavam a mãe e a filha que morreram e outras duas crianças, ficaram presas às ferragens.

Colisão ocorreu no início da manhã deste sábado. – Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Segundo informações da equipe médica do SAMU de Rio do Sul, devido a gravidade dos ferimentos a menina de 11 anos morreu ainda no local do acidente. A mãe, de 31 anos, foi conduzida ao Hospital Regional do Alto Vale, em Rio do Sul, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde. 

A mulher conduzia o Chevette segundo informações da PMRv (Polícia Militar Rodoviária) não possuía CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Conforme o Corpo de Bombeiros, no carro também estavam outras duas crianças: um menino de dois anos, que teve lesões leves e foi conduzido ao Hospital Bom Jesus, em Ituporanga, e um bebê de oito meses, com lesões graves, que foi levado ao Hospital Regional do Alto Vale.

De acordo com o 2º Sargento da PM (Polícia Militar), Lidio Rafael Ribeiro, o condutor do Fiesta, um homem de 28 anos, sofreu ferimentos leves.  Ele também não possuía CNH. “Dirigir sem habilitação é um crime e um risco à vida”, alerta o sargento.

Dinâmica do acidente

A condutora do Chevette transitava no sentido de Aurora para Ituporanga, enquanto o motorista do Fiesta seguia sentido contrário. Segundo informações da PM, o condutor do Fiesta teria invadido a pista contrária e colidido de frente com o Chevette. Ambos bateram na mureta de proteção.

As vítimas ficaram presas às ferragens. – Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

A PM realizou o teste do bafômetro no motorista do Fiesta, mas ele não possuía registros de álcool no sangue. Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Rio do Sul para os procedimentos legais. 

Segundo a PM, o fato foi classificado como uma ocorrência de homicídio culposo (sem a intenção de matar) em acidente de trânsito. 

O IGP (Instituto Geral de Perícias) de Rio do Sul foi acionado e esteve no local para recolher o corpo da vítima que morreu no acidente e também coletar informações para a perícia.

O trânsito não chegou a ser interrompido no local. O Corpo de Bombeiros e a Polícia Rodoviária Estadual também atenderam a ocorrência.

+

Trânsito