Mesmo após sete horas, motorista que provocou morte de criança em SC continuava embriagado

Segundo a PRF, teste de bafômetro realizado cerca de 7 horas após acidente mostrou que o condutor havia ingerido bebida

O motorista que provocou o acidente em que uma menina de 5 anos morreu em Rio Negrinho, no Planalto Norte de Santa Catarina, continuava embriagado mesmo sete horas após o acidente.

Conforme a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o teste de bafômetro foi feito apenas às 13h, cerca de 7 horas após a colisão, pois o homem havia sido levado ao hospital para atendimento médico. Mesmo com o intervalo de tempo, o exame constatou a embriaguez.

A PRF informou que o homem, que não teve a identidade informada,  foi levado à delegacia após receber alta. “Às 13h, quando recebeu alta médica, fez o teste com bafômetro e testou positivo para o consumo de álcool. Ele foi conduzido à delegacia de polícia por homicídio culposo e lesões corporais”, explicou a PRF.

Menina de 5 anos morreu após o acidente – Foto: CBM/DivulgaçãoMenina de 5 anos morreu após o acidente – Foto: CBM/Divulgação

Batida frontal

A colisão frontal na BR-280, em Rio Negrinho, aconteceu por volta das 6h de domingo (19). O acidente envolveu um veículo Ecosport com placa de Joinville e um Fiat/Punto de São Bento do Sul.

Além da pequena Alícia Bindemann, de 5 anos, que morreu devido aos ferimentos, pelo menos outras seis pessoas ficaram feridas – duas delas estavam na Ecosport e quatro no Punto.

Alícia estava no carro junto com a mãe, o noivo da mãe e o filho dele, um menino de dez anos. Ela chegou a ser levada ao hospital de Rio Negrinho e seria transferida para Joinville, mas não resistiu. Segundo os bombeiros, ela teve um corte no rosto, trauma cranioencefálico e lesão cerebral grave.

Alicia Bindemann tinha 5 anos e não resistiu aos ferimentos – Foto: Internet/DivulgaçãoAlicia Bindemann tinha 5 anos e não resistiu aos ferimentos – Foto: Internet/Divulgação

O motorista da Ecosport ficou preso às ferragens e foi resgatado consciente, orientado, mas com dores no abdômen e tórax. A outra criança sentia dores, teve escoriações no rosto e foi levado ao hospital.

Já no Punto havia quatro pessoas, uma em estado grave. A vítima estava inconsciente, com suspeita de traumatismo craniano. Já o motorista foi levado ao hospital com suspeita de fratura. Os outros dois ocupantes  também foram encaminhados ao hospital para avaliação médica.

Um terceiro veículo se envolveu superficialmente no acidente. Foi um GM/Cruze, com placas de Joinville. Os ocupantes não ficaram feridos e recusaram o atendimento.

Como aconteceu o acidente

O capitão Ghisolfi, do Corpo de Bombeiros Militar, informou que o Fiat/Punto retornava de uma festa em Mafra e seguia para São Bento do Sul, quando perdeu o controle da direção em uma curva, invadiu a contramão e bateu de frente com a Ecosport.

Ghisolfi disse ainda que Alícia estava na cadeirinha, mas que, devido ao forte impacto, pode ter se desprendido do cinto de segurança. Ela será sepultada no Cemitério Jardim das Flores, em Joinville.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Trânsito

Loading...