Edital para ampliar Via Expressa será lançado em 10 dias, diz ministro dos Transportes

Principal ligação entre São José e Florianópolis foi tema de reunião em Brasília com prefeitos da região metropolitana

Maior gargalo do trânsito na região metropolitana de Florianópolis e com projeto básico pronto desde 2015, a Via Expressa pode enfim ter sua capacidade ampliada. Em reunião realizada em Brasília, na qual participaram os prefeitos de Florianópolis, São José, Palhoça e Biguaçu, além de parlamentares catarinenses, o ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, se comprometeu a lançar em 10 dias o processo licitatório para alargamento do trecho de cinco quilômetros da rodovia no acesso à Ilha, onde passam cerca de 180 mil veículos diariamente.

Flávio Tin/ND

Trecho de cinco quilômetros recebe diariamente 180 mil veículos

Orçada em R$ 100 milhões, a obra já conta com projeto básico pronto desde 2015, quando o total do serviço foi orçado em R$ 500 milhões. Devido ao alto valor, e em tempos de crise econômica, a obra estava na berlinda.

Agora, depois do encontro com Rodrigues e do compromisso assumido diante de autoridades do Estado, a possibilidade de que a obra saia do papel animou os prefeitos da Grande Florianópolis.

Entre eles o prefeito da Capital, Cesar Souza Júnior (PSD), que avaliou como positiva e animadora a reunião com Rodrigues.

“A gente precise que algo dessa importante obra comece logo, para darmos um alívio no trânsito da região. Cobramos isso do ministro, e isso ele prometeu em 10 dias autorizar o edital de licitação para adicionarmos uma pista em cada lado da rodovia, assim como executar melhorias nas vias de acesso, o que já nos garantiria uma melhora considerável no fluxo de veículos em toda aquela região”, disse Cesar.

Segundo o ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, mesmo com o corte no orçamento a obra tem tudo para ser viável. “Em março teremos a previsão orçamentária e ai o que tiver de disponibilidade para a dotação vamos investir nessa importante obra”, afirmou Rodrigues.

Para o prefeito Cesar, se o edital for lançado no prazo prometido é possível que a obra comece este ano. Segundo ele, há a hipótese de que a via adicional seja usada para o trânsito normal ou exclusivamente para os ônibus.

“Sou simpático à ideia de implantar ali a faixa exclusiva para ônibus, os BRTs, pois também construiremos essas faixas exclusivas na avenida Beira-Mar Norte e no Contorno Viário, mas isso é assunto mais para a frente. Agora, vamos acompanhar os prazos e cobrar o ministério pela promessa feita diante de prefeitos e deputados do Estado”, disse Cesar.

“A gente começando a obra este ano, e concluindo até 40% dela, a gente vai ter uma melhora significativa e teríamos a primeira etapa do projeto maior, de R$ 500 milhões e que prevê a duplicação dos dois lados da rodovia. Estamos confiantes”, falou o prefeito da Capital.

Estado busca recursos junto ao BNDES para o BRT na Grande Florianópolis

O superintendente da Região Metropolitana de Florianópolis, Cassio Taniguchi, se reuniu nesta terça-feira com representantes da área social do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento) em busca de recursos para implantação do sistema de ônibus BRT na Grande Florianópolis, através de uma PPP (Parceria Público-Privada). “Fomos atrás de recursos, que giram entre R$ 300 milhões e R$ 500 milhões. E agora vamos dar sequencia a elaboração do projeto básico, mas o bom foi saber que a possibilidade do BNDES apoiar o Plamus é real, e esse aporte é fundamental para o projeto”, comentou Taniguchi.

O valor total do investimento da primeira fase do Plamus (Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis), que é a implantação do sistema de BRTs, está orçado em R$ 850 milhões. Para Taniguchi, a se confirmar o lançamento do edital de licitação para alargar a Via Expressa, a prioridade ali deve ser para o transporte coletivo através do BRT. “Se sair a obra, queremos que a faixa seja exclusiva para os BRTs, sim”, concluiu.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Trânsito

Loading...