Moradores de loteamento em São José bloqueiam BR-101 em protesto por falta de energia elétrica

Eles fecharam o KM 208 da BR-101, o que causou lentidão no trânsito sentido sul na rodovia; vias já foram liberadas pela PRF e GMF

Moradores do Loteamento Benjamim, localizado em São José, na Grande Florianópolis, interditaram o KM 208, da BR-101, nesta quinta-feira (27). Segundo os residentes da comunidade, os protestos estão ocorrendo devido a constante queda de luz na região, que já dura 12 dias.

Protestantes fecharam a BR-101 na manhã desta quinta-feira (27) – Foto: Alexandre Mendonça/NDTVProtestantes fecharam a BR-101 na manhã desta quinta-feira (27) – Foto: Alexandre Mendonça/NDTV

No momento, cerca de 400 famílias estão sendo afetadas pela falta de energia elétrica na comunidade. O protesto começou por volta das 12h, se prolongando até às 13h. Aproximadamente 200 pessoas se reuniam no local.

A situação da falta de luz teria começado com o estouro de um transformador na comunidade. Para resolver a situação, os moradores tentaram recorrer à Celesc (Centrais Elétricas de Santa Catarina), que passou a responsabilidade para a Prefeitura de São José.

Por sua vez, a Prefeitura alegou que a responsabilidade era da Central Elétrica, conforme relato da Presidente da Associação de Moradores do Loteamento Benjamim. Segundo ela, somente a troca do transformador não resolveria o problema, tendo que ser instalado mais um ou dois transformadores no local.

Trânsito é afetado

Os impactos do bloqueio já são sentidos no trânsito da região. A pista, que vai em sentido à Porto Alegre, já está com quatro quilômetros de fila.

Filas no trânsito se estendem até a Via Expressa – Foto: Reprodução/NDTVFilas no trânsito se estendem até a Via Expressa – Foto: Reprodução/NDTV

O trânsito segue também lento no sentido sul, próximo ao viaduto do trevo de Forquilinhas.

A lentidão se estende até o viaduto do bairro Barreiros, já com reflexos na via expressa, segundo informações da GMF (Guarda Municipal de Florianópolis).

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) conseguiu liberar a faixa de trânsito do KM 208, na qual estavam os protestantes, sem resistência por parte deles, no início da tarde desta quinta-feira, e agora controla os veículos que passam pelo local.

O que diz a Celesc

A Celesc emitiu uma nota de posicionamento sobre o constante corte de energia elétrica no Loteamento Benjamim. Confira abaixo:

“A respeito da situação no loteamento Benjamin, em São José, a Celesc informa que a área, onde há aproximadamente 400 casas, é abastecida por uma série de redes clandestinas, conectadas a um transformador da distribuidora que fica em uma das extremidades do loteamento.

Em virtude das ligações irregulares, há registro da queima de três transformadores. Uma equipe da Celesc irá novamente ao local na tarde desta quinta-feira (27) para reavaliar a situação dos equipamentos.

A Celesc ressalta, ainda, que o loteamento se encontra em uma área de preservação permanente, tratando-se de ocupação considerada irregular, e que, por conta disso, está legalmente impedida de realizar qualquer obra de ampliação do fornecimento de energia elétrica no local.

O desvio de energia elétrica é uma prática que, além de ser ilícita, pode causar sérios danos em uma instalação elétrica e acidentes de grandes dimensões.

Os furtos na rede prejudicam a qualidade da distribuição da energia, uma vez que a potência dos transformadores é calculada de acordo com a carga das unidades consumidoras legalmente cadastradas, além de provocarem sobrecarga no sistema elétrico, o que causa queda de energia no bairro”.

Na sequência, o órgão relatou que irá, na tarde desta quinta, até o Loteamento para resolver a situação com os moradores. Eles seguem no local em protesto até que mudanças sejam feitas na situação elétrica do Loteamento Benjamim.

Até o fechamento da matéria, às 13h20, a Prefeitura de São José não havia se pronunciado sobre o assunto. O espaço segue aberto.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Trânsito

Loading...