Moradores querem fim de rua que não existe em Joinville; entenda

Na Câmara de Vereadores, proprietários de imóveis fizeram suas queixas sobre situação que se arrasta por anos

Um projeto urbanístico feito na década de 1970 tem gerado queixas de moradores de Joinville, no Norte de Santa Catarina. É que eles querem o fim de uma rua que, na prática, sequer existe.

Uma discussão sobre o assunto aconteceu na Câmara de Vereadores de Joinville nesta semana, quando moradores e comerciantes do bairro Saguaçu expuseram as suas reclamações sobre a situação.

Moradores querem fim de rua que não existe em Joinville – Foto: CVJ/DivulgaçãoMoradores querem fim de rua que não existe em Joinville – Foto: CVJ/Divulgação

O que acontece é que, durante a realização do Plano Diretor da cidade, em 1973, foram desenhadas ruas que, para os urbanistas da época, seriam importantes para a fluidez do trânsito no futuro.

O problema é que o futuro chegou, mas um determinado trecho do Sistema Viário Básico da cidade, entre a avenida Aluísio Pires Condeixa e a rua Tenente Antônio João, nunca saiu do papel por que os imóveis afetados não foram desapropriados e, assim, nem os donos indenizados.

Com isso, os proprietários continuam pagando IPTU, mas sem uma definição sobre o local, não têm segurança para planejar nada. “Ninguém está se negando a ceder. Faz mais de 60 anos que isso está à disposição da Prefeitura. Ela não ocupa nem desocupa”, disse Vicente Fernandes, um dos donos de imóveis da região.

Um projeto de lei complementar de autoria do vereador Adilson Girardi (MDB), sugerido ainda em 2019, propôs a exclusão da via inexistente na prática e alguns vereadores já se colocaram a favor da iniciativa, que está sendo analisada pela comissão.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Trânsito

Loading...