Motorista que atropelou e matou adolescente estaria embriagado em Joinville, diz polícia

Boletim de ocorrência no qual o Grupo ND teve acesso mostra que tanto a polícia quanto testemunhas relataram que condutor do carro apresentava sinais de embriaguez

O motorista que atropelou e matou um adolescente de 16 anos na noite deste domingo (21) em Joinville, no Norte do Estado, estaria embriagado. A informação consta no boletim de ocorrência do caso no qual o Grupo ND teve acesso.

Ryan André Valler de Faria estava com a família no bairro Itaum quando foi atingido pelo veículo.

Ryan estava com a família quando foi atropelado pelo veículo – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/NDRyan estava com a família quando foi atropelado pelo veículo – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/ND

O acidente ocorreu por volta das 19h15. Segundo a Polícia Militar, o motorista teria atropelado Ryan, que estava em uma bicicleta, ao fazer uma ultrapassagem em uma ponte. Ele relatou à polícia que, no momento da colisão, não estava em alta velocidade e não teria visto o ciclista.

De acordo com testemunhas, ele teria feito uma ultrapassagem perigosa, em cima do cruzamento e entrado na via na contramão.

Acidente ocorreu na noite deste domingo na zona Sul da cidade – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/NDAcidente ocorreu na noite deste domingo na zona Sul da cidade – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/ND

Segundo a polícia, o motorista apresentava mais de três sinais de embriaguez como “fala pastosa, hálito etílico, desorientação e estava extremamente agitado e alterado”. Em outro trecho do boletim, testemunhas informaram que ele foi encontrado “cambaleando, com a voz arrastada e os olhos vermelhos”.

Na abordagem, a PM ofereceu o teste do bafômetro, mas o motorista teria recusado. Ao ser questionado novamente, ele teria confirmado que, de fato, consumiu bebida alcoólica. Essa informação teria sido registrada por uma das câmeras corporais da equipe.

Mas, ao prestar depoimento, segundo o boletim de ocorrência no qual o Grupo ND teve acesso, ele ficou em silêncio ao ser perguntado sobre a embriaguez. Ele foi preso por homicídio culposo – quando não há intenção de matar – e por dirigir sob efeito de álcool.

Pai do adolescente também ficou ferido no acidente – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/NDPai do adolescente também ficou ferido no acidente – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/ND

Além de Ryan, o pai dele também ficou ferido durante o acidente. Ele permanece internado no hospital e o estado de saúde não foi informado.

O corpo de Ryan será velado na Capela do Cemitério Municipal, ainda sem horário definido. Já o sepultamento será nesta terça-feira (22), também no Cemitério Municipal.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Trânsito