Relembre acidentes marcantes em rodovias da região de SC

Tragédia mais recente ocorreu em Guaratuba, no Paraná, a 15 km da divisa com Santa Catarina

A tragédia com um ônibus que vinha do Pará na BR-376 – em Guaratuba (PR), a 15 km da divisa com Santa Catarina – entrou na lista de tragédias mais marcantes da região nos anos 2000.

Acidente aconteceu na manhã de 25 de janeiro, na BR-376 – Foto: Ricardo Alves/NDTVAcidente aconteceu na manhã de 25 de janeiro, na BR-376 – Foto: Ricardo Alves/NDTV

A reportagem do ND+ buscou outros três acidentes que marcaram os catarinenses nas últimas duas décadas. Confira abaixo:

Pouso Redondo, 2000 – 39 mortes

Em 12 janeiro de 2000, um ônibus com passageiros argentinos bateu em outro coletivo e causou a morte de 39 pessoas na BR-470 na Serra da Santa, em Pouso Redondo, no Vale do Itajaí. O grupo seguia para o litoral catarinense.

Na mesma estrada, 30 horas depois, mais uma colisão com turistas da Argentina provocou mais cinco vítimas fatais após capotamento de um ônibus.

Descanso, 2007 – 27 mortes

Caminhão do Corpo de Bombeiros ficou destruído após impacto com segundo ônibus envolvido no acidente em Descanso, no Oeste – Foto: Wagner Griss/ArquivoCaminhão do Corpo de Bombeiros ficou destruído após impacto com segundo ônibus envolvido no acidente em Descanso, no Oeste – Foto: Wagner Griss/Arquivo

Agricultores, socorristas, motoristas e repórter foram vítimas de dois acidentes, um seguido do outro, em Descanso, no Extremo-Oeste de Santa Catarina. No total, 27 pessoas perderam a vida na tragédia que aconteceu na BR-282, em outubro de 2007.

Joinville, 2015 – 51 mortes

Tragédia da Serra Dona Francisca é a maior da história de Santa Catarina – Foto: Arquivo/Carlos Junior/NDTragédia da Serra Dona Francisca é a maior da história de Santa Catarina – Foto: Arquivo/Carlos Junior/ND

Em 14 de março de 2015, a Serra Dona Francisca, em Joinville, foi palco de uma das maiores tragédias rodoviárias do Brasil. Das 59 pessoas que estavam no ônibus, apenas oito sobreviveram.

As investigações apontara que o veículo atingiu 120 km/h no momento do impacto, após não conseguir fazer a penúltima curva da serra. A velocidade máxima do trecho é de 30 km/h.

Guaratuba, 2021 – 19 mortes

Ônibus foi retirado depois de cinco horas do acidente – Foto: Ricardo Alves/NDTVÔnibus foi retirado depois de cinco horas do acidente – Foto: Ricardo Alves/NDTV

A última grande tragédia em rodovias da região ocorreu na última segunda-feira (25), na BR-376, em Guaratuba – a 15 km da divisa com Santa Catarina. Ao todo, 19 pessoas morreram – incluindo uma bebê recém-nascida.

Duas pessoas – um jovem de 21 anos, em Joinville, e um adolescente de 13 anos, em Campo Largo (PR) -, seguem internados em estado grave.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Trânsito