Apenas duas balanças de pesagem de veículos estão ativas em SC

Equipamentos ficam na BR-101 e são usados para fiscalizar excesso de carga em caminhões

O excesso de carga em caminhões é um problema que pode causar, além de prejuízo nas rodovias, acidentes graves. Para fiscalizar o peso dos veículos, balanças de pesagem são instaladas em pontos específicos. Em toda Santa Catarina, no entanto, apenas duas estão em funcionamento.

Apenas duas balanças de pesagem de veículos estão ativas em Santa Catarina – Foto: Arteris Litoral Sul/Divulgação/NDApenas duas balanças de pesagem de veículos estão ativas em Santa Catarina – Foto: Arteris Litoral Sul/Divulgação/ND

As balanças ficam em Garuva, no Norte do Estado, e em Itapema, no Litoral. As outras rodovias federais que cortam Santa Catarina, como a BR-470, nem sequer possuem esse tipo de equipamento.

Para Nauber Nascimento, superintendente de fiscalização da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), quanto maior o peso dos veículos, maior também a possibilidade de acidentes. “O excesso de peso tem relação direta com a questão da segurança viária, redução de acidentes e preservação do pavimento”, afirma.

Só no posto de pesagem de Itapema, 545 toneladas de carga em excesso já foram retiradas de circulação. Esta balança é uma das cinco que mais opera em todo o Brasil.

Em 2020, 161 veículos foram flagrados com carga em excesso, só no trecho de Santa Catarina da BR-101. Até junho de 2021 já foram 52.

O excesso de peso nos caminhões acende um alerta para o órgão regulador, que afirma que uma nova balança deve entrar em operação até 2023. O equipamento fica em Araranguá, no Sul catarinense.

Segundo o coordenador de fiscalização da ANTT, Daniel Krause, o posto de Araranguá é considerado um dos mais avançados do mundo em pesagem em movimento.

Além desta, estudos estão sendo feitos para instalação de uma nova balança, próximo à cidade de Paulo Lopes, na Região Metropolitana de Florianópolis.

+

BG Itajaí

Loading...