Trecho da BR-101 em SC terá um radar a cada dois quilômetros

Trecho da rodovia na Grande Florianópolis será monitorado por 12 controladores de velocidade; operação dos aparelhos, no entanto, ainda é incerta

Estão instalados e a espera de liberações legais 12 novos controladores de velocidade na BR-101, trecho da Grande Florianópolis que liga Palhoça até Biguaçu. A implantação faz parte de um projeto que prevê a colocação de um total de 20 aparelhos em todo o trecho que pertence a Arteris Litoral Sul.

Controladores de velocidade estão distribuídos na região da Grande Florianópolis – Foto: Diogo de Souza/NDControladores de velocidade estão distribuídos na região da Grande Florianópolis – Foto: Diogo de Souza/ND

Usuários da BR-101, na Grande Florianópolis, certamente já se depararam com os novos aparelhos distribuídos pela principal artéria da região Sul do País.

Há dois motivos para isso: primeiro é o equipamento que está disfarçado em sacos plásticos danificados pelas intempéries e segundo e principalmente o trânsito permanentemente congestionado que oportuniza reparar nos aparelhos que até intimidam pelo tamanho e direção apontados.

Os 12 dispositivos da região Metropolitana da capital estão distribuídos entre os km 190 e 216, o que consiste em uma média de um equipamento a cada 2,1 quilômetro. Já as outras oito unidades estão instaladas entre os km 652 e o km 671, já na BR-376, no Paraná.

De acordo com o que foi repassado pela concessionária responsável pelo trecho, a Arteris Litoral Sul, a intenção é “trazer mais segurança aos usuários” e, dessa forma, “manter uma velocidade contínua” a fim de diminuir os acidentes nos respectivos trechos.

A tendência, que terá que ser avalizada pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), é que a velocidade controlada será de 100 km/h para veículos leves e 80 km/h para veículos pesados.

Atualmente o espaço conta com 13 equipamentos em operação e outros 23 nas marginais. Com a implantação – já consolidada – dos novos equipamentos o trecho passará a contabilizar 46 dispositivos.

A empresa é responsável por um trecho conhecido como “Corredor do Mercosul” que liga as capitais Curitiba x Florianópolis. O trecho engloba 23 municípios em sua malha viária e tem um total de 356,6 km de extensão.

Novos equipamentos ainda não estão sendo operados

Os 20 novos aparelhos instalados, no entanto, não estão funcionando. Apesar da implantação ter sido realizada há, pelo menos, quatro meses, o funcionamento deverá levar mais tempo.

Controlador de velocidade está na BR-101, ainda “disfarçado” por sacos plásticos – Foto: Diogo de Souza/NDControlador de velocidade está na BR-101, ainda “disfarçado” por sacos plásticos – Foto: Diogo de Souza/ND

De acordo com o que foi repassado pela empresa os novos controladores estão em fase de término de instalação, a previsão é que a operação aconteça somente em dezembro. A motivação para tamanha demora, no entanto, não foi explicado pela empresa.

Para a distribuição dos aparelhos, a concessionária realiza um estudo técnico dos pontos críticos da rodovia, com anuência da ANTT, bem como da PRF (Polícia Rodoviária Federal).

PRF aguarda sinalização federal

Em contato com a comunicação da PRF, na Grande Florianópolis, a informação é que o tema compete a unidade nacional já que envolve posicionamento do governo federal.

A reportagem entrou em contato com a comunicação da polícia, em Brasília (DF), mas até o fechamento da matéria não obteve retorno.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Trânsito

Loading...