Terceira pista da BR-101 em Palhoça deve reduzir acidentes e beneficiar turismo

Trecho de 15,6 km, entre Palhoça e Biguaçu, foi entregue na sexta-feira, 17, e autoridades acreditam que obra beneficia cidadãos, empresas e turistas

A sensação é de alívio para quem trafega na BR-101, entre Biguaçu e Palhoça. Foi entregue, nesta sexta-feira, 17, a obra da terceira pista entre os km 216 e 200,4. Com duração de dez meses e investimento de R$ 53,2 milhões, a ampliação da rodovia nesses 15,6 km terminou três meses antes do prazo – previsto para fevereiro de 2022 – satisfazendo os motoristas locais, turistas e quem utiliza a BR-101 a trabalho. Para o prefeito de Palhoça, Eduardo Freccia, a sensação é de alívio.

Obra da terceira pista em PalhoçaA terceira pista, ainda em obra, no dia 22 de julho de 2021; o transtorno foi substituído pela fluidez – Foto: Leo Munhoz/ND

“É um alívio para a mobilidade do município. O cidadão palhocense foi o que mais sofreu. Sofreu antes da existência da obra, sofria com a falta de mobilidade e o colapso da BR-101, pela falta do Contorno Viário, que deveria ter ficado pronto em 2012, e sofreu ainda mais nesse período de obra. Hoje, é um alívio, uma alegria muito grande ver essa obra pronta”, disse Freccia.

Qualidade de vida

Presente na entrega oficial da terceira pista, realizada na Praça das Bandeiras, às margens da BR, o prefeito palhocense mostrou-se satisfeito por ver a 101 sem filas e sem retenção em uma sexta-feira de final de ano.

Freccia durante a entrega da terceira pista na BR-101 em PalhoçaFreccia acredita que a obra deve impactar os cidadãos e a economia de Palhoça – Foto: Leo Munhoz/ND

“Em situação normal, estaríamos aqui com trânsito totalmente fechado. Isso mostra o quanto foi importante brigar por essa obra. Os cidadãos de Palhoça ganharão em qualidade de vida, as empresas em competitividade e Palhoça se torna, cada vez mais, uma cidade que atrai bons negócios e pessoas que buscam qualidade de vida”, comentou Freccia.

Ainda segundo o prefeito, já é possível perceber os reflexos positivos da obra. “Percebemos desde as primeiras liberações. A partir do momento que liberou o trecho em São José, já houve melhorias em Palhoça. Hoje, com 100% da obra pronta, vemos o quanto está sendo efetiva, desde o bairro Aririu até Biguaçu, sem lentidão ou filas e o trânsito fluindo e melhorando muito a vida das pessoas”, avaliou Freccia.

O início das negociações para a terceira pista

Ex-prefeito de Palhoça por dois mandatos, Camilo Martins (Podemos) disse que quando assumiu o município em 2013, fez um planejamento completo da cidade.

Martins ressaltou que, ainda em 2013, percebeu a necessidade da obra do Contorno Viário e, por isso, chamou a classe política, foi muitas vezes a Brasília e quando viu que a burocracia era muito grande, fez um decreto de emergência na mobilidade urbana e ingressou com ação na justiça para a retomada do Contorno Viário.

Camilo Martins durante a entrega da terceira pista na BR-101 em PalhoçaCamilo Martins elogiou Arteris pela conclusão antecipada da obra – Foto: Leo Munhoz/ND

“Incluímos, nessa ação, que fosse exigida a construção da terceira faixa, de Palhoça a Biguaçu e hoje, 17 de dezembro de 2021, é um dia de celebração para Palhoça e para todos os catarinenses, principalmente os moradores da Grande Florianópolis, porque essa obra melhorou muito a mobilidade. O que se levava uma hora, do início ao destino, está se levando 15 minutos”, registrou o ex-prefeito responsável pelo início das negociações e batalhas judiciais que viabilizaram a obra.

Além das melhorias para os cidadãos, Martins acredita que a terceira pista traz mais benefícios: “As empresas vão olhar Palhoça com outros olhos, teremos mais investimentos e indústrias. Tem, ainda, a questão do turismo. Palhoça e a grande Florianópolis têm muito apelo no turismo e o turista não quer vir e ficar em filas intermináveis. Essa obra é motivo de orgulho para nós”, ressaltou Martins.

Ele também agradeceu à Arteris, empresa responsável pelo trecho e pela obra, em função da antecipação do prazo estipulado na Justiça: “fizeram um trabalho de muita valia, porque entregaram antes da temporada de verão”.

Entrega antecipada

Diretor de operações Sul da Arteris, Antonio Cesar Ribas Sass, também comentou a antecipação da entrega: “assumimos o compromisso, junto à sociedade, de entregar essa obra o quanto antes, até porque estamos iniciando o nosso verão e sabemos que o aumento de veículos é grande”, disse Cesar.

Anteriormente, quando a empresa liberou cerca de 10km de obra, percebeu-se uma redução de 30% nos acidentes. “Vamos fazer o monitoramento, porque acreditamos que haverá redução de acidentes e do tempo de trajeto. Não foi uma obra simples, porque foi executada com tráfego ao lado dela. Em alguns momentos, não podíamos trabalhar de dia trabalhamos de noite. Por isso, não só Arteris, mas todos que se empenharam estão de parabéns”, enfatizou o diretor.

Autoridades durante a entrega da terceira pista na BR-101 em PalhoçaAutoridades presentes no evento de entrega da terceira pista da BR-101 entre Palhoça e Biguaçu – Foto: Leo Munhoz/ND

Agora que a terceira pista da BR-101 foi concluída, a Prefeitura de Palhoça promete seguir priorizando obras de mobilidade. Entre as prioridades do prefeito, estão a criação de novas avenidas no município, a pavimentação dos corredores de ônibus, além de novas ligações entre Palhoça e São José.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Trânsito

Loading...