Veterinário e professor morre após tragédia na BR-280 em Rio Negrinho

Fernando Martins de Albuquerque, 34 anos, é a segunda vítima da tragédia na BR-280 em que criança de cinco anos morreu

A segunda vítima da tragédia da BR-280 não resistiu aos ferimentos. Fernando Martins de Albuquerque, de 34 anos, morreu no início da manhã desta segunda-feira, dia 27, no Hospital São Vicente Paulo, em Mafra, no Planalto Norte de Santa Catarina.

professor Fernando Martins de Albuquerque morreu em um acidente de trânsitoFernando Martins de Albuquerque, de 34 anos, era veterinário e professor. – Foto: Internet/Divulgação ND

Fernando era veterinário, fez mestrado em Joinville e morava em São Bento do Sul. Ele estava de carona no Punto, que se envolveu no acidente.

O motorista, identificado como E. M., 30 anos, estava embriagado e acabou perdendo a direção do veículo e entrando contramão quando bateu de frente contra o Ecosport. Alícia Bindemann Carini, de apenas cinco anos, estava no Ecosport e acabou morrendo por conta da imprudência do motorista do Punto.

E agora, além da pequena Alícia, Fernando também perdeu a vida. Ele era um dos quatro ocupantes do Punto e foi encontrado inconsciente, com traumatismo craniano no interior do veículo. Foi levado pelo Samu ao hospital. Infelizmente, não resistiu ao tratamento.

carros batidosTragédia na estrada acabou com duas mortes. – Foto: Bombeiros Militares/Divulgação  ND

Fernando Martins de Albuquerque será velado nesta segunda-feira a partir das 19 horas na Capela Campo Alegre. O sepultamento está marcado no Cemitério de Trigolândia, no Paraná.

Fernando deixa enlutados mãe, demais parentes e amigos.

Comoção nas redes sociais

Nas redes sociais, comoção pela morte de Fernando, que era também professor de uma universidade. Seus alunos fizeram uma homenagem.

comoção nas redes sociais

homenagem na rede social

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Trânsito

Loading...