VÍDEO: Estradas de Santa Catarina são fiscalizadas com drones

Equipamentos foram doados pela Receita Federal após apreensões e serão utilizadas em barreiras de Lei Seca e pontos com maior incidência de acidentes

A PMRv (Polícia Militar Rodoviária) começa a usar nesta semana uma nova tecnologia para fiscalizar a movimentação nas rodovias catarinenses. A corporação terá drones para serem usados nas operações com o objetivo de diminuir acidentes, desobediência à sinalização e ultrapassagem forçada, detalha a PMRv.

O programa de fiscalização com drones foi lançado nesta semana em razão da SNT (Semana Nacional do Trânsito) de 2020. O evento começou nesta sexta-feira (18) e segue até o próximo dia 25, com ações de conscientização promovidas por diferentes órgãos.

Operações serão realizadas em pontos críticos

De acordo com a PMRv, as operações com o equipamento serão realizadas em pontos de maior incidência de acidentes e nas barreiras de Lei Seca.

Neste primeiro momento, a fiscalização ocorrerá  nas rodovias das regiões da Serra, Oeste e Meio-Oeste do estado. Os drones vão monitorar as estradas e podem ajudar a flagrar possíveis fugas ou tentativas de desvio.

Os drones que serão utilizados pela PMRv foram doados pela Receita Federal após serem apreendidos em operações.

Drone flagra ultrapassagem ilegal – Foto: PMRv/Divulgação/ND

Veja exemplos de infrações que podem ser flagradas pelos drones da PMRv e os motoristas podem ser multados:

  • O condutor que alerta os outros condutores sobre a existência de barreira policial ou operação policial através da luz alta e baixa intermitente. Infração média, 4 pontos na carteira e multa no valor de R$ 130,00.
  • O condutor que ultrapassa outro veículo em faixa contínua comete uma infração gravíssima, 7 pontos na carteira e multa no valor de R$ 1.467,35.
  • O condutor que excede a velocidade em mais de 50% da máxima permitida comete a infração gravíssima, 7 pontos na carteira e multa no valor de R$ 880,00, além da suspensão do direito de dirigir.
+

Trânsito