Alta de Covid-19 e gripe ‘cancela’ voos em Florianópolis; veja lista e o que fazer

Companhias aéreas foram notificados pelo Procon, que questionou prejuízo aos viajantes; em todo o Brasil mais de 150 voos foram cancelados

Cinco voos foram cancelados em Florianópolis por conta do aumento dos casos de gripe e Covid-19 entre este sábado (8) e segunda-feira (10). Em todo o Brasil, o cancelamento atingiu mais de 150 viagens. Surtos de casos foram registrados entre pilotos e tripulantes de aeronaves.

Aeroporto de Florianópolis, que teve cancelamento de voosAeroporto Internacional Hercílio Luz, em Florianópolis, teve cinco voos cancelados em três dias – Foto: Arquivo/Ricardo Wolffenbüttel/Divulgação/ND

Os seguintes voos foram cancelados na Capital, segundo a Floripa Airport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de Florianópolis Hercílio Luz:

  • 08/01 – Foz do Iguaçu – 10h30;
  • 08/01 – Viracopos – 9h35
  • 09/01 – Foz do Iguaçu – 19h40
  • 10/01 – Foz do Iguaçu – 10h30
  • 10/01 – Chapecó – 12h30

Tive voo cancelado, o que fazer?

O Procon/SC notificou nesta segunda-feira as empresas para Latam, GOL, Itapemirim e Azul. Elas deverão apresentar a lista de voos cancelados desde o dia 1º, assim como o número de consumidores atingidos pelos cancelamentos.

Também devem informar “se devolverão os valores aos consumidores em até sete dias ou se irão remarcar os voos, e por fim, que informe quais medidas estão sendo tomadas para que os consumidores não sejam prejudicados”, detalhou o órgão.

A orientação da Floripa Airport é que os passageiros que tiveram viagens canceladas procurem as companhia aéreas para entender o procedimento a ser seguido.

Resolução prevê prestação de contas

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) informa também que o passageiro que tiver o voo atrasado ou cancelado terá direito à prestação de assistência pelas companhias aéreas, conforme prevê a Resolução 400/2016.

A Anac recomenda ainda que os passageiros que acompanhem a confirmação do voo pelos serviços disponíveis pelas empresas aéreas como aplicativos, site e central de atendimento.

“Para evitar qualquer transtorno antes ou após a viagem, é importante que o passageiro saiba dos seus direitos e deveres e esteja atento às informações dispostas no contrato de transporte”, completa a Anac, indicando as regras no site da agência neste link.

Cancelamentos no Brasil

Em todo o Brasil, voos da Azul e da Latam foram os que mais tiveram de ser cancelados. Até este domingo (9), a Latam informou o cancelamento de 47 voos. Na última semana, mais de 100 voos da Azul também foram cancelados. A Gol não reportou cancelamentos.

Ao Estado de S. Paulo, a Azul informou que “mais de 90% das operações da companhia estão funcionando normalmente e que os clientes impactados estão sendo notificados das alterações, reacomodados em outros voos da própria companhia e recebendo toda a assistência necessária conforme prevê a resolução 400 da Anac”.

Monitoramento

A Anac informou neste domingo (9), que está monitorando os casos de doenças respiratórias causadas em pilotos, comissários e demais profissionais do setor aéreo.

O órgão ressaltou que também acompanha as medidas operacionais das empresas para minimizar os impactos causados pelos atrasos e cancelamentos de voos, garantindo o cumprimento da prestação de assistência aos passageiros.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Transportes

Loading...