Novo cartão deve unificar transporte coletivo na região da Grande Florianópolis

‘Grande Floripa Mais Integrada’ começou a ser utilizado pelos usuários da Biguaçu Transportes Coletivos e, além da praticidade, vai permitir a integração e mais segurança contra fraudes

Os usuários do transporte intermunicipal da empresa Biguaçu Transportes Coletivos são os primeiros a utilizarem o novo cartão “Grande Floripa Mais Integrada”. O novo sistema de cobrança é o primeiro passo para a tão esperada integração do transporte coletivo da Grande Florianópolis e promete trazer mais segurança contra fraudes. O uso, que passou por uma fase de testes, agora foi liberado para todos os usuários da empresa, primeira a implementar o sistema.

‘Grande Floripa Mais Integrada’ começou a ser utilizado pelos usuários da Biguaçu Transportes Coletivos – Foto: Reprodução/NDTV RecordTV‘Grande Floripa Mais Integrada’ começou a ser utilizado pelos usuários da Biguaçu Transportes Coletivos – Foto: Reprodução/NDTV RecordTV

“Nesse primeiro momento, nós temos essa etapa da troca da bilhetagem eletrônica. Então, o usuário terá 60 dias para fazer a troca do seu cartão atual para o cartão novo, chamado ‘Grande Floripa Mais Integrada’. Essa troca pode ser feita nos postos de atendimento do Ticen (Terminal de Integração do Centro)”, explicou o diretor executivo da Biguaçu Transportes, Leo Mauro Xavier Neto.

Por enquanto, os ônibus vão continuar com o modelo antigo de leitor instalado. Sendo assim, quem tem crédito no cartão antigo, pode seguir usando. Também é possível solicitar a transferência do saldo para o cartão integrado.

O novo sistema está em operação nas mais de 70 linhas operadas pela Biguaçu Transportes. A empresa, que atendia em média 60 mil passageiros até o início do ano passado, hoje estima a circulação de 25 mil pessoas diariamente por conta da pandemia.

A grande novidade está no sistema de recarga e leitura do novo cartão, que vai permitir a operação de todas as empresas que atuam no transporte coletivo intermunicipal. Na prática, quando as demais empresas aderirem, o passageiro não vai mais precisar carregar cartões diferentes para circular entre São José, Palhoça e Biguaçu.

“Nós teremos um aplicativo que vai permitir que o usuário tenha diferentes formas de pagamento para a sua passagem. Terá possibilidade de pagar por Pix, por cartão de crédito ou débito e também fazer a geração de um QR Code com seu próprio celular pode escanear diretamente no validador e, aí sim, girar a catraca. É uma série de benefícios e facilidades para o nosso usuário”, contou o diretor executivo.

Novo cartão deve unificar transporte coletivo na região da Grande Florianópolis – Foto: Reprodução/NDTV RecordTVNovo cartão deve unificar transporte coletivo na região da Grande Florianópolis – Foto: Reprodução/NDTV RecordTV

Além de permitir a integração, o novo modelo de leitor de cartões vai reforçar a segurança contra fraudes. “Esse equipamento também vem com uma câmera que permite o registro da biometria facial dos usuários, especialmente aqueles casos que possuem gratuidade, estudantes e idosos. Isso faz com que se tenha um controle maior dentro do sistema e também uma segurança maior para o próprio usuário”, disse Xavier Neto.

Um dispositivo instalado no painel em frente ao motorista também permite contato imediato com a polícia em caso de crimes. A segurança e a praticidade são os principais objetivos do investimento. A última etapa da atualização será a integração das empresas e instalação de câmeras em todas as linhas.

+

BG Florianópolis