Ônibus podem parar na Grande Florianópolis; entenda o motivo

O "estado de greve" é para cobrar pendências financeiras acumuladas desde 2020, segundo a categoria. Empresários dizem que foram surpreendidos com o anúncio

Os trabalhadores dos ônibus da Grande Florianópolis decidiram entrar em “estado de greve” nesta terça-feira (16), por conta do não cumprimento dos acordos firmados com o Setuf (Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros da Grande Florianópolis). A assembleia da quarta-feira da próxima semana (24) pode definir a paralisação do transporte público na Capital.

Pessoas dentro de ônibus e usando máscarasTrabalhadores do transporte coletivo da Grande Florianópolis ameaçam paralisação – Foto: Anderson Coelho/Arquivo/ND

Segundo o dirigente do Sintraturb (Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Urbano, Rodoviário, Turismo, Fretamento e Escolar de Passageiros da região), o “estado de greve” é para cobrar pendências financeiras acumuladas desde 2020 com motoristas e trabalhadores.

Entre os problemas apontados pelo Sintraturb estão férias coletivas não recebidas e a não retomada do valor integral de R$ 825 do ticket alimentação, que foi reduzido em 2020, a partir de janeiro de 2021, além do pagamento de férias coletivas dos trabalhadores.

ASSEMBLEIA APROVA "ESTADO DE GREVE"Assembleia geral que aconteceu hoje (16/02), em duas sessões, aprovou uma proposta…

Posted by Sintraturb – Sindicato de Luta on Tuesday, February 16, 2021

Conforme divulgação do Sintraturb nas redes sociais, o prazo previsto para resposta é de sete dias. Por conta disso, a nova assembleia está marcada para a quarta-feira da próxima semana (24), a partir das 9h.

Ainda na publicação, informou que, dependendo das respostas dos empresários e poderes públicos, a nova assembleia pode definir “o calendário de paralisações ou greve por tempo indeterminado”.

O que diz o Setuf

Em nota, o Setuf (Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros da Grande Florianópolis) informou que “foi surpreendida com a assembleia dos trabalhadores do transporte”. Além disso, destacou que ainda não foi enviada as novas reivindicações abordadas no compromisso desta terça-feira (16).

Confira a nota do Setuf na íntegra:

A diretoria do Sindicato de Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros da Grande Florianópolis – SETUF informa que foi surpreendida com a assembleia dos trabalhadores em transporte. Até o presente momento, não recebeu oficialmente as novas reivindicações abordadas em assembleia geral dos trabalhadores realizada nesta terça-feira, dia 16. Em que pese a necessidade de renegociação de pendências existentes, é importante destacar que ainda estamos operando com restrições de lotação nos veículos, fato que compromete significativamente a receita do sistema de transporte. O SETUF reconhece a importância do diálogo e segue aberto para negociações, a fim de assegurar a continuidade do serviço aos usuários.

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Transportes