Usuários de ferry boat de SC protestam por mudanças no pagamento

Ferry faz a travessia entre Itajaí e Navegantes pelo Rio Itajaí-Açu e atualmente só aceita dinheiro em espécie para pagamento

Quem precisa atravessar de Itajaí para Navegantes diariamente, já sabe: pagamento só em dinheiro. Agatha Cordeiro é uma das usuárias diárias do transporte. Ela mora em Navegantes e trabalha como vendedora em uma loja de Itajaí, e precisa pegar o passe livre da travessia todos os meses. “É uma novela”, afirma.

Usuários de ferry boat de SC protestam por mudanças no pagamento (imagem ilustrativa) – Foto: Bruno Golembiewski/Arquivo/NDUsuários de ferry boat de SC protestam por mudanças no pagamento (imagem ilustrativa) – Foto: Bruno Golembiewski/Arquivo/ND

A associação Unidos por Itajaí protestou contra as limitações de pagamento e a cobrança para pedestres e ciclistas que, como Agatha, precisam fazer a travessia todos os dias. O protesto aconteceu neste sábado (21) em frente ao ferry.

Segundo Joaquim Chiniski, membro da associação e um dos organizadores do protesto, é preciso envolver a população para ser possível reivindicar melhorias no serviço, essencial para muita gente.

A principal reivindicação é a implantação do pagamento por cartão de crédito e débito e PIX, além da gratuidade para ciclistas e pedestres. A forma de pagamento já causou confusão na balsa, com direito a agressão a um motorista que estava com a família – incluindo a esposa grávida e a filha criança – no carro.

> Procon SC promete notificar ferry boat de Itajaí e Navegantes por falta de opções de pagamento

Este caso aconteceu há cerca de um mês, mas apenas veio a público nas últimas semanas. Tudo começou quando o motorista percebeu que estava sem dinheiro em espécie e pediu para pagar com cartão ou PIX. “não aceita cartão aqui não, meu amigo”, rebateu um funcionário, no vídeo registrado pela passageira, esposa do motorista, que estava grávida de seis meses na época.

O pai da família afirmou que não estava se negando a pagar, mas que só teria como pagar por cartão. Ao receber a resposta do funcionário, ele afirma: “então tinha que ter uma placa explicando”. O funcionário rebate que há uma placa informando que a única forma de pagamento aceita é dinheiro em espécie.

Novo vídeo mostra outro ângulo de agressão em ferry boat de SC – Vídeo: NGI Sul/Reprodução/ND

Imagens mostram agressão de supostos funcionários e passageiros do Ferry Boat – Vídeo: Reprodução/Internet

Sobre a agressão, a NGI Sul afirmou, na época, que quem agride o motorista é outro passageiro da balsa, já que o homem teria batido o carro dele contra o terceiro.

Já sobre o protesto de sábado, a empresa divulgou uma nota sobre o assunto. Leia na íntegra:

“- Sobre a isenção do pagamento da fatura para pedestres, ciclistas e motociclistas, o benefício já existe e é concedido pela Secretaria de Estado da Infraestrutura. Trata-se do “Passe Livre” que é distribuído a trabalhadores e estudantes que comprovem a necessidade do uso da travessia. O programa é mantido e gerido pelo Governo Estadual;

– A NGI Sul irá implantar em breve o sistema de “bilhetagem eletrônica”, comum em muitos serviços de transporte urbano. O sistema irá permitir que os usuários utilizem um cartão pré-pago que poderá ser recarregado por aplicativo;

– Porém, para implantar a bilhetagem eletrônica a NGI Sul está mantendo tratativas com o Governo do Estado sobre a transição do atual modelo (de passe de papel) para cartão ou aplicativo.”

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Transportes

Loading...