Rota de Férias

Blog prático para viajantes! Roteiros de viagens e dicas de passeios no Brasil e no mundo, de acordo com o número de dias de estadia e com indicação de especialistas em turismo.


4 dicas para viajar sem se descuidar

A pandemia complicou a vida de todo mundo. Entre os planos que tiveram que ser postergados ou precisaram ser revistos, estão as viagens. Sem dúvida, com toda a evolução tecnológica, é possível ter acesso a vários lugares, sem ao menos sair de casa.

A proliferação de sites de diversão tem crescido consideravelmente: as redes sociais elevaram seu movimento, e aplicativos de jogos para crianças a adultos, a exemplo do NetBet, nesse último caso, proporcionam ao usuário experiências diversas sem ser necessário qualquer coisa além de um dispositivo conectado à internet.

A diversão passou a ser algo muito mais democrático e prático, sem dúvida, mas a situação mundial requer cuidados específicos. Apesar de a evolução tecnológica trazer várias formas de entretenimento, viajar é, sem dúvida, uma experiência insubstituível. Por isso, seguem quatro dicas para você marcar seus próximos passeios sem passar maiores sufocos, tanto por conta da pandemia quanto por outros fatores quaisquer.

 1 – Planejar-se com antecedência

 Para economizar, segue valendo a dica de planejamento com antecedência. Segundo a Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav), por conta do cenário de pandemia, o turismo está em baixa, o que pode trazer vantagens em relação aos preços das passagens aéreas de julho de 2021 para frente.

Fazer um bom planejamento de viagem é fundamental para não cair no “conto do vigário”. É sempre bom lembrar que, em tempos de crise, todo mundo está atrás de um precinho camarada, e as agências de viagem, os hotéis e as empresas do setor estão loucas para vender. Se for muito barato, desconfie. Tem muita gente se aventurando por incompetência, má administração ou má fé, o que pode significar golpes.

 2 – Conhecer destinos menos “badalados”

 No atual cenário, os grandes polos turísticos podem ser sinônimos de aglomeração e falta de cuidado com as medidas de segurança. Isso não significa que não existam lugares lindos para conhecer, mas sim que ainda não foram totalmente explorados.

A taxa de ocupação para os hotéis de lazer em áreas remotas tende a ser maior, por haver uma necessidade de se cumprir o isolamento social como medida de segurança.

3 – Cheque como está sua saúde antes de viajar

A chegada das vacinas contra o coronavírus acaba ofuscando as outras, mas não as torna menos necessárias. Por isso, antes de sair de casa para uma viagem, fique atento à cobertura no dia a dia, bem como as recomendações que são feitas aos viajantes nos roteiros por certas regiões do país.

Além disso, muitos destinos internacionais aceitam viajantes vindos do Brasil, desde que apresentem exames PCR (de 24h a 72h de antecedência, dependendo do destino). Não esqueça de checar antes com a companhia aérea.

4 – Seja responsável e cuidadoso o tempo todo

 Usar máscara e manter o distanciamento social são indicações para todos enfrentarem o novo coronavírus. Quem se propõe a viajar na pandemia deve redobrar os cuidados para não correr o risco de contaminar os moradores do destino visitado. O ideal é ir de carro, com pessoas que vivem na mesma casa, para destinos isolados, levando os mantimentos necessários. Quem não puder viajar assim deve redobrar o cuidado e ficar longe das aglomerações.