Rota de Férias

Blog prático para viajantes! Roteiros de viagens e dicas de passeios no Brasil e no mundo, de acordo com o número de dias de estadia e com indicação de especialistas em turismo.


6 hotéis isolados ao redor do mundo para viajar com distanciamento

A ideia de oferecer hospedagem em áreas de selva ou cercadas de atrativos naturais preservados nunca fez tanto sentido quanto agora. Viajar para lugares isolados, com foco voltado à sustentabilidade, entrou para a lista de quem pretende renovar as energias em breve, priorizando o distanciamento social.

Nos próximos meses, o turismo deve ver uma fuga dos grandes centros urbanos, como São Paulo, Nova YorkTóquio. Para quem busca mais contato com a natureza, a boa notícia é que não faltam opções de hotéis, no Brasil e no mundo, que apostam nessa tendência.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Hotéis isolados

Cristalino Lodge, Brasil

Eleito um dos 25 melhores ecolodges do mundo pela National Geographic Traveler, o Cristalino Lodge é uma boa pedida para se conectar com a natureza. Localizado no sul da Amazônia, em Alta Floresta, Mato Grosso, o hotel está inserido em uma reserva particular com 11.399 hectares – uma área 30% maior que a ilha de Manhattan, nos Estados Unidos.

No local, é possível avistar grande variedade de espécies de aves, répteis, insetos e mamíferos, como a anta brasileira, o tamanduá-bandeira, os bicho-preguiça e a lontra.

LEIA MAIS: COMO ESTÁ SENDO A REABERTURA NOS PRINCIPAIS DESTINOS DE INVERNO DO BRASIL
COMO ESTÁ SENDO A REABERTURA DOS HOTÉIS NO BRASIL E NO MUNDO

Botanique Hotel & SPA, Brasil

Localizado no Triângulo das Serras, confluência dos municípios de São Bento do Sapucaí, Santo Antônio do Pinhal e Campos do Jordão, o Botanique Hotel & SPA é uma boa opção de hospedagem para quem procura se desligar do mundo exterior e aproveitar as montanhas.

O hotel aposta em gastronomia de alto padrão desenvolvida pelo chef Gabriel Broide, do Restaurante Mina, que prioriza alimentos frescos.

Longitude 131, Austrália

Alinhado entre as dunas antigas de Yulara e com uma vista privilegiada sobre a pedra de Uluru, uma das maiores atrações turísticas da Austrália, o lodge Longitude 131 reúne 16 pavilhões com tendas luxuosas.

O mobiliário personalizado e a paisagem vermelha ao redor chamam a atenção dos hóspedes, que podem observar o cenário por meio de janelas que vão do chão ao teto. Destaque ainda para os belos deques ao ar livre.

Klein’s Camp, Tanzânia

No continente africano, o destaque fica por conta do ecolodge Klein’s Camp, na Tanzânia. O hotel faz parte de um santuário natural de 10 mil hectares de uma concessão outorgada por tribos Maasai, no Parque Serengeti.

O local oferece vista privilegiada para a grande migração anual de gnus, zebras e outros herbívoros. Além disso, promove safáris que estimulam o desenvolvimento sustentável, sem deixar impactos na região.

Clayoquot Wilderness, Canadá

Às margens do Rio Bedwell, em British Columbia, no Canadá, o Clayoquot Wilderness buscou inspiração nos grandes acampamentos do século 19 para oferecer uma experiência diferente para os hóspedes.

Com terapias holísticas, observação de ursos e baleias, aulas da chamada “cozinha moderna natural” e uma série de atividades ao ar livre, como a prática de rafting e tiro com arco, o lodge oferece uma imersão à natureza.

Destaque para as acomodações oferecidas pelo hotel, que estão inseridas em tendas equipadas com camas king size, lençóis macios, lareira e mobiliário completo.

Whitepod Eco Resort, Suíça

Quem gosta de neve encontra boas opções para viajar com distanciamento social, como o Whiterpod Eco Resort, em Monthey, nos Alpes Suíços.

Com acomodações “móveis”, o hotel é composto por 15 “pods” – espécie de tendas com formato de iglus e revestidas com lona. As acomodações tem 40 m², móveis em madeira de reflorestamento, mantas de fibras naturais e janela com vista para lagos e montanhas nevadas.

GreenPress – Rede de Turismo Consciente

A GreenPress – Rede de Turismo Consciente é um projeto elaborado por jornalistas e formadores de opinião especializados no setor de viagens e turismo. Sem fins lucrativos, a rede trabalha para que o turismo seja uma indústria sustentável. A GreenPress pretende ser fonte de inspiração e de informação confiável para viajantes que buscam deixar pegadas sustentáveis pelo Brasil e pelo mundo.

Acompanhe o Instagram aqui.

Os lugares mais seguros para turistas na Europa

A pandemia do novo coronavírus mexeu com todo o planeta, impactando diversas áreas. Com o turismo não foi diferente, já que viajantes do mundo inteiro precisaram modificar seu planos.

Entretanto, há alguns locais em que a situação está um pouco mais controlada. O site European Best Destinations, que visa promover o turismo na Europa, listou quais são os países mais seguros para conhecer após a pandemia.

Na galeria, confira os destinos apontados pelo site.

Açores (Portugal) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND
1 21

Açores (Portugal) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND

Açores (Portugal) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND
2 21

Açores (Portugal) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND

Alentejo (Portugal) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND
3 21

Alentejo (Portugal) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND

Alentejo (Portugal) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND
4 21

Alentejo (Portugal) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND

Pesquisa aponta quais são os lugares mais seguros para turistas na Europa - - /Rota de Férias/ND
5 21

Pesquisa aponta quais são os lugares mais seguros para turistas na Europa - - /Rota de Férias/ND

Algarve (Portugal) - Pixabay - Pixabay /Rota de Férias/ND
6 21

Algarve (Portugal) - Pixabay - Pixabay /Rota de Férias/ND

Batumi (Geórgia) - PIxabay - PIxabay/Rota de Férias/ND
7 21

Batumi (Geórgia) - PIxabay - PIxabay/Rota de Férias/ND

Batumi (Geórgia) - PIxabay - PIxabay/Rota de Férias/ND
8 21

Batumi (Geórgia) - PIxabay - PIxabay/Rota de Férias/ND

Bohinj (Eslovênia) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND
9 21

Bohinj (Eslovênia) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND

Bohinj (Eslovênia) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND
10 21

Bohinj (Eslovênia) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND

Cavtat (Croácia) - Piaxabay - Piaxabay/Rota de Férias/ND
11 21

Cavtat (Croácia) - Piaxabay - Piaxabay/Rota de Férias/ND

Cavtat (Croácia) - Piaxabay - Piaxabay/Rota de Férias/ND
12 21

Cavtat (Croácia) - Piaxabay - Piaxabay/Rota de Férias/ND

Corfu (Grécia) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND
13 21

Corfu (Grécia) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND

Corfu (Grécia) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND
14 21

Corfu (Grécia) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND

Gdansk (Polônia) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND
15 21

Gdansk (Polônia) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND

Gdansk (Polônia) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND
16 21

Gdansk (Polônia) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND

Ilha da Madeira (Portugal) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND
17 21

Ilha da Madeira (Portugal) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND

Ilha da Madeira (Portugal) - Divulgação/André Carvalho - Divulgação/André Carvalho/Rota de Férias/ND
18 21

Ilha da Madeira (Portugal) - Divulgação/André Carvalho - Divulgação/André Carvalho/Rota de Férias/ND

Ilha da Madeira (Portugal) - Divulgação/VisitMadeira - Divulgação/VisitMadeira /Rota de Férias/ND
19 21

Ilha da Madeira (Portugal) - Divulgação/VisitMadeira - Divulgação/VisitMadeira /Rota de Férias/ND

Kotor (Montenegro) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND
20 21

Kotor (Montenegro) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND

Kotor (Montenegro) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND
21 21

Kotor (Montenegro) - Pixabay - Pixabay/Rota de Férias/ND

+

Rota de Férias