A fé que move o turismo religioso no Oeste de Santa Catarina

Oeste catarinense atrai cristãos de todo o país com igrejas cheias de história e locais ao ar livre com natureza exuberante onde a fé é a principal atração

Diz o ditado que a fé move montanhas, mas muito mais que isso, ela move a humanidade e guia as pessoas por muitos caminhos mundo à fora, independente da crença. Em Santa Catarina não é diferente, afinal, nosso estado tem alguns dos maiores destinos de turismo religioso do país. Um desses locais é a região Oeste, que tem como referência Chapecó, mas também conta com diversas locais em municípios próximos que atraem cristãos de todo o país.

Turismo religioso é uma das atrações de Chapecó com destaque para a Igreja MatrizIgreja Matriz Catedral Santo Antônio é uma das grandes atrações de Chapecó – Foto: Markito / Santur

Começando pela principal cidade da região, Chapecó tem uma atração do tamanho de sua importância para o Oeste. A Catedral Santo Antônio, também conhecida como Igreja Matriz, é imponente e um local que recebe centenas de visitantes todos os dias. São 62 metros de extensão por 45 metros de largura e as duas torres da igreja chegam a 54 metros de altura.

Além do tamanho, sua construção é uma história de superação. Após um incêndio misterioso que destruiu a Catedral original na primeira metade do século, em 1951 se iniciou a nova obra do local atual. Lá também têm as sepulturas dos bispos D. Wilson Laus Schmidt, falecido em 1982, e D. José Gomes, que morreu em 2002.

Para além da Igreja Matriz, a cidade também conta com a Gruta Nossa Senhora de Lourdes, localizada no Distrito Sede Figueira, em meio a um cenário belíssimo de mata nativa. Destaque para a Trilha dos Mistérios do Rosário com 15 esculturas de arenito de até 1 metro de altura, feitas pelo artista Cyro Sosnoski.

Onde a fé é o registro da mudança

Torres da Igreja de Itá são o único registro da antiga cidade – Foto: Divulgação / NDTorres da Igreja de Itá são o único registro da antiga cidade – Foto: Divulgação / ND

Ao sul de Chapecó, a vizinha Itá é uma das grandes atrações da região com sua história peculiar. O município está localizado na fronteira com o Rio Grande do Sul e o que separa os dois estados é o Rio Uruguai. E foi justamente por causa dele que o município mudou de lugar para a instalação de uma hidroelétrica.

A primeira Itá foi fundada em 1919, mas teve que se mudar, inaugurando seu novo lar em 1981 e é aqui que entra a fé. A antiga cidade foi desconstruída antes da inundação e a única coisa que ficou que ficou foram as torres da igreja visíveis ao público. Este é o principal ponto turístico do município e registro de sua antiga história.

Fronteiras e proteção

Já próximo à fronteira sul, outra construção humana voltada para a fé chama a atenção. O município de São João do Oeste tem na Matriz São João Berchmans a maior igreja totalmente feita de madeira da América Latina. A grandiosidade dos detalhes e a engenharia por trás da obra faz os visitantes ficarem ainda mais vislumbrados.

Se a fachada já impressiona, a parte de dentro tem um brilho especial com madeira em tom avermelhado que deixa seu interior fascinante. Sendo mais um de tantos monumentos que comprovam que a fé move a humanidade para feitos fascinantes.

Igreja Matriz São João Berchmans, em São João do Oeste, é a maior feita totalmente em madeira da América Latina – Foto: Markito / SanturIgreja Matriz São João Berchmans, em São João do Oeste, é a maior feita totalmente em madeira da América Latina – Foto: Markito / Santur

A divisa com os estados já é marcante no turismo religioso da região Oeste, mas a divisa países mostra que a fé também promove união entre dois países. Dionísio Cerqueira tem o Marco das Três Fronteiras, local onde podem ser vistas as imagens de Nossa Senhora Aparecida (padroeira do Brasil) e da Virgem de Luján (padroeira da Argentina).

Cada uma destas imagens fica voltada para o seu país de origem e são a grande atração das tradicionais missas realizadas às sextas-feiras no local. Lá, brasileiros e argentinos se unem para este lindo momento de comunhão, em uma região catarinense abençoada em suas mais diversas formas.

Explore mais conteúdos da cidade