Bem-vindo, 2021: mesmo com restrições, aglomerações são registradas na virada em SC

Prefeituras optaram por não realizar as tradicionais queima de fogos, mas isso não impediu as aglomerações na Capital, em Balneário Camboriú e outras cidades

Nas principais cidades de Santa Catarina, 2021 chegou sem as tradicionais festas de Réveillon e a queima de fogos. O motivo é o cenário epidemiológico do Estado, que segue com a maioria das regiões em nível gravíssimo para Covid-19.

Mesmo assim, aglomerações foram registradas em Florianópolis, Balneário Camboriú, Itapema e outras localidades.

Ano Novo em Florianópolis registra aglomerações na Beira-Mar Norte – Foto: SSPSC/Reprodução/NDAno Novo em Florianópolis registra aglomerações na Beira-Mar Norte – Foto: SSPSC/Reprodução/ND

Na Capital do Estado, a tão aguardada queima de fogos na virada do ano, em balsas na Beira-Mar Norte e nas imediações da ponte Hercílio Luz, foram canceladas pela prefeitura. Apesar disso, muitas pessoas se reuniram na avenida Beira-Mar.

Segundo a prefeitura, o Réveillon na Beira-Mar costuma reunir entre 80 mil a 90 mil pessoas. O custo que seria investido no evento seria em torno de R$ 1,5 milhão.

Cancelamentos pelo Estado

Grande Florianópolis

A Prefeitura de Palhoça também cancelou a festa e a queima de fogos. No último ano, não foi realizado o show pirotécnico para evitar perturbação do sossego de cidadãos e cachorros.

Já São José e Biguaçu não têm tradição na realização de grandes eventos na virada do ano.

Balneário Camboriú

A cidade conhecida por reunir milhares de pessoas para receber o novo ano com queima de fogos à beira da Praia Central, cancelou o Réveillon e, para evitar aglomerações na praia, decidiu adotar medidas mais duras.

O município proibiu a partir das 18h do dia 31 de dezembro até às 6h do dia 1 de janeiro, a utilização de fogos de artifícios nas praias do município; o uso de narguilé e equipamentos sonoros, ainda que de forma individual; a utilização de tendas e guarda-sóis, a partir das 18h na orla da Praia Central e o acesso ao público no Molhe da Barra Sul e do Pontal Norte, incluído o deck.

Litoral Norte

Em todas as quatros cidades litorâneas da região – Balneário Barra do Sul, Barra Velha, Itapoá e São Francisco do Sul – a queima de fogos de artifícios foi cancelada.

Sul do Estado

A prefeitura de Laguna, no Litoral Sul, decidiu fechar com grades parte da orla da Praia do Mar Grosso, principal ponto de concentração de pessoas durante as festas de Réveillon na cidade.

Segundo a prefeitura, toda a extensão da avenida Maurilio Kfouri, na beira mar, ao lado do calçadão da praia, ficou fechada para carros. Foi liberada  a passagem somente para pedestres.

Contudo, para que a virada não passasse totalmente em branco, a prefeitura promoveu uma live com a apresentação de bandas musicais direto do Mirante da Glória.

Aglomerações na virada

Mesmo com o cancelamento da queima de fogos na Beira-Mar Norte, em Florianópolis, cenas de videomonitoramento da SSP/SC (Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina) flagraram reuniões no local.

O Norte da Ilha de Santa Catarina também não escapou de aglomerações. Foi possível observar aglomerações tanto nas ruas, quanto em festas promovidas por beach clubs.

De acordo com a Polícia Militar, o foco principal dos agentes foi com relação à segurança e orientação das pessoas.

Na virada de ano em Florianópolis, na Beira-Mar Norte, são registradas aglomerações - SSPSC/Reprodução/ND
1 3

Na virada de ano em Florianópolis, na Beira-Mar Norte, são registradas aglomerações - SSPSC/Reprodução/ND

Aglomeração foi registrada também no Norte da Ilha - SSP/Divulgação/ND
2 3

Aglomeração foi registrada também no Norte da Ilha - SSP/Divulgação/ND

Festa em beach club de Jurerê Internacional - Redes Sociais/Reprodução/ND
3 3

Festa em beach club de Jurerê Internacional - Redes Sociais/Reprodução/ND

Em Balneário Camboriú, mesmo com restrições mais duras para evitar a disseminação do coronavírus, pessoas lotaram a praia central. Além disso, o trânsito ficou lento por conta da grande circulação de veículos.

Multidão de pessoas durante a virada em Balneário camboriú - SSP-SC/Reprodução/ND
1 5

Multidão de pessoas durante a virada em Balneário camboriú - SSP-SC/Reprodução/ND

Balneário Camboriú no Ano novo registra aglomerações - SSP-SC/Reprodução/ND
2 5

Balneário Camboriú no Ano novo registra aglomerações - SSP-SC/Reprodução/ND

Praia de Balneário Camboriú - SSP/Divulgação/ND
3 5

Praia de Balneário Camboriú - SSP/Divulgação/ND

Aglomerações foram registradas - SSP/Divulgação/ND
4 5

Aglomerações foram registradas - SSP/Divulgação/ND

Trânsito ficou lento em Balneário Camboriú - SSP/Divulgação/ND
5 5

Trânsito ficou lento em Balneário Camboriú - SSP/Divulgação/ND

Em Itapema, no Litoral Norte do Estado, houve aglomerações no calçadão da Beira-Mar. Centenas de pessoas circularam pelas ruas na virada do ano, sobretudo, na orla da praia.

Em Itapema, também foram registradas aglomerações. - SSP/Divulgação/ND
1 3

Em Itapema, também foram registradas aglomerações. - SSP/Divulgação/ND

Pessoas circularam pela orla da praia. - SSP/Divulgação/ND
2 3

Pessoas circularam pela orla da praia. - SSP/Divulgação/ND

Virada do ano atraiu centenas de pessoas para o calçadão da praia - SSP/Divulgação/ND
3 3

Virada do ano atraiu centenas de pessoas para o calçadão da praia - SSP/Divulgação/ND

Ainda no Litoral Norte, em Itapoá, a rua Bento Francisco da Silva e a avenida Beira-Mar também registraram grande circulação de pessoas na madrugada desta sexta.

Virada do ano na cidade de Itapoá - SSP/Divulgação/ND
1 3

Virada do ano na cidade de Itapoá - SSP/Divulgação/ND

Pessoas circularam nas ruas próximas à praia - SSP/Divulgação/ND
2 3

Pessoas circularam nas ruas próximas à praia - SSP/Divulgação/ND

Moradores e turistas se deslocaram à praia para a virada do ano - SSP/Divulgação/ND
3 3

Moradores e turistas se deslocaram à praia para a virada do ano - SSP/Divulgação/ND

+

Turismo