Casa de campo de Hercílio Luz, em Rancho Queimado, pode reabrir no final do ano

Propriedade foi transformada em museu e seu belo jardim era utilizado para ensaios fotográficos, porém, está fechada desde a pandemia e é ausência sentida no roteiro dos turistas

Tombada em 1985 como patrimônio histórico cultural, a casa de campo que foi do ex-governador Hercílio Luz, localizada no distrito de Taquaras, em Rancho Queimado, na Grande Florianópolis, atraia mais de mil turistas todo mês antes da pandemia.

Casa de Campo de Hercílio Luz em Rancho QueimadoDe portões fechados desde o início da pandemia, Casa de Campo de Hercílio Luz pode reabrir no fim do ano – Foto: Leo Munhoz/ND

Fechada em março de 2020, a casa continua instigando a curiosidade de turistas e moradores da região. E uma pergunta em comum feita por quem visita o distrito é o motivo de continuar fechada.

Segundo os moradores e comerciantes locais, os turistas sentem falta desta parte importante do roteiro na cidade: conhecer a casa de campo e seu acervo.

Nesta semana, arquitetos da FCC (Fundação Catarinense de Cultura), que gerencia a casa, fizeram uma vistoria no local. Segundo eles, o espaço necessita de manutenções pontuais e a reabertura está prevista para o fim do ano.

Vistoria na casa de campo Hercílio LuzArquitetos da FCC, Carolina e Diego realizaram vistoria na casa de campo na última quinta – Foto: Leo Munhoz/ND

Natural de Rancho Queimado, Maria Angélica Käufer tem um café no distrito. “Percebo que as pessoas vêm visitar Taquaras e, no roteiro, está incluso o passeio na casa de campo. Quando me perguntam, fico até constrangida de dizer que está fechada ainda. É um espaço encantador, um pedaço da história de Santa Catarina e com toda aquela beleza em volta. É uma pena que ainda não foi reaberto”, lamenta.

Comerciante perde a reabertura da casa de campoSegundo a comerciante Maria Angélica Keüfer, clientes sentem falta da Casa de Campo Hercílio Luz – Foto: Leo Munhoz/ND

“A maioria fala da casa, porque pesquisa antes de vir para cá. Temos o café, o posto de combustível antigo, o mirante natural da Boa Vista, mas aquela propriedade fechada decepciona”, descreve a comerciante.

A professora aposentada Izolete Meurer também acha que a casa deveria ser reaberta. “O pessoal procura muito. Tem pessoas que saem de qualquer lugar no propósito de visitar a casa do Hercílio Luz. É muito tempo fechada. Acho que poderia funcionar aos sábados e domingos, com um número x de pessoas e todos os cuidados”, opina Izolete.

“O pessoal continua vindo, porém, era uma coisa a mais para se fazer. É um ponto forte para Taquaras. Muitas pessoas que vêm almoçar aqui, quando a casa estava funcionando almoçavam, iam a pé na praça e da praça, na casa de campo”, conta Izolete.

Também nativa de Rancho Queimado, ela mora em frente à praça de Taquaras e sempre é questionada pelos visitantes sobre a reabertura.

Amigas têm opinião diferente sobre a casa de campoIzolete (E) sente falta da casa de campo aberta; Salete (D) disse que não afetou tanto seu comércio – Foto: Leo Munhoz/ND

Amiga de Izolete, a empresária Salete Schütz, dona de um posto de gasolina Texaco em Taquaras, construído em 1950, relata que a grande maioria dos visitantes chega para bater foto no posto. Segundo ela, cerca de 200 pessoas visitam o distrito nos fins de semana e o fechamento da casa não afetou tanto seu comércio.

“Acho importante que esteja aberta para o pessoal visitar, mas não sinto tanta diferença”, registra. Ainda assim, a empresária diz que, conversando com os clientes, alguns perguntam se continua fechada por causa da pandemia.

Maria Eduarda disse que alguns clientes perguntam da casa de campo – Foto: Leo Munhoz/NDMaria Eduarda disse que alguns clientes perguntam da casa de campo – Foto: Leo Munhoz/ND

Frentista e caixa do posto de gasolina, Maria Eduarda Bourdot confirma que, no caso do estabelecimento onde ela trabalha, o fechamento da casa não influenciou tanto. “Desde o começo da pandemia, o fluxo não parou, até aumentou. A gente até se surpreende do tanto de turista que, no final de semana, vem tirar foto”, conta.

Casa inspirada na arquitetura de Luxemburgo

Construída em 1882, a casa apresenta arquitetura em tijolo aparente, telha plana e cobertura em duas águas, de origem luxemburguesa, a propriedade foi primeiro da família de Nicolau Schwinden, que a construiu e residiu nela por alguns anos.

Em 8 de abril de 1911, foi adquirida pelo ex-governador de Santa Catarina Hercílio Luz, que além da beleza se encantou com o clima ameno da região.

Casa de Campo Hercílio Luz em Taquaras, Rancho QueimadoBonita por fora e por dentro, a Casa de Campo de Hercílio Luz, em Rancho Queimado, possui acervo com os móveis usados pelo seu ilustre ex-morador – Foto: Leo Munhoz/ND

Ele a ampliou e construiu um anexo de dois pavimentos. Após a morte do ex-governador, em 1924 o imóvel foi adquirido pela família Schütz e, em fevereiro de 1985, pelo governo do Estado, que a restaurou e tombou.

Na casa, está exposto um acervo de móveis antigos utilizados pelo ex-governador. No terreno, o belo jardim inspira ensaios e registros fotográficos. Antes da pandemia, nos fins de semana, de 200 a 250 pessoas visitavam o local.

Considerando que Rancho Queimado é mais procurada no inverno, o movimento era maior nesse período, segundo Adriana Sagaz, funcionária da FCC, que passou a responder pela casa em 2019.

“Com a pandemia, recebemos a orientação de fechar. O movimento agora é de reabrir, mas aos poucos. Os espaços públicos estão passando por eventos pilotos e, devagar, vamos retomando”, informa Adriana. Segundo a administradora, o forte eram os ensaios de noivas, debutantes e batizados.

“Do público, 90% dos turistas são da Grande Florianópolis e outros lugares do Estado, mas os moradores de Rancho também gostam de passear no distrito histórico. Tínhamos projetos de música, balé infantil, aulas de yoga, tudo foi suspenso. Temos esperança que volte, mas por enquanto não está acontecendo”, explica.

Segundo ela, a fundação está fazendo o movimento de averiguar a condição dos museus pelo Estado para voltar a abri-los. “Essas casas estão passando pela mesma situação, todo mundo se adequando e vendo a possibilidade de reabrir. Se vai ser livre, ou por agendamento, nada disso está definido”, reforça Adriana.

Entrada da Casa de Campo Gov. Hercílio LuzDo portão, ao interior, a casa de campo encanta nativos de Rancho Queimado e seus turistas – Foto: Leo Munhoz/ND

A casa de campo ficava aberta de terça-feira a domingo. Nos fins de semana, abria das 10h às 17h. A FCC ainda não definiu se o funcionamento será como antes. Falando sobre como o ex-governador utilizava o imóvel, Adriana lembra que ele veio principalmente no fim da vida.

“Hoje em dia, tem as casas de sitiantes. Hercílio Luz vinha para repouso e lazer. Depois, já doente, no fim da vida, passava mais tempo aqui, porque tinha a crença de que os ares puros da Serra serviam para restabelecimento”, conta Adriana.

Abertura do Museu Histórico serve de parâmetro para demais espaços

Na quinta-feira (2), os arquitetos da Gepam (Gerência de Patrimônio Material), da FCC, fizeram uma vistoria na Casa de Campo de Hercílio Luz. Segundo a gerente da Gepam, Carolina Régis, durante a pandemia diversas visitas como esta foram realizadas nas casas administradas pela FCC.

Escoramento foi colocado por precaução, após movimentação no telhado – Foto: Leo Munhoz/NDEscoramento foi colocado por precaução, após movimentação no telhado – Foto: Leo Munhoz/ND

“Essa visita é por conta do planejamento para abertura das casas. Na semana passada foi aberto o Museu Histórico, em Florianópolis, mas com limitação. Estamos planejando a reabertura aqui e também do Museu Nacional do Mar, em São Francisco do Sul”, explica. A vistoria detectou necessidade de reparos pontuais em vidros, lâmpadas e telhas quebradas.

“Para abertura, faremos algumas manutenções e está sendo planejado, para o ano que vem, a contratação de um projeto completo de restauro. A última grande obra foi realizada na década de 1980”, lembra a arquiteta.

“A estrutura ainda pode receber visitantes tranquilamente. Tem escoramento ali fora, mas por causa de uma movimentação no telhado, mas tudo certo, não tem problema”, destaca.

Diego Fermo, arquiteto da Gepam, também participou da vistoria. Ele disse que, para os reparos, existe um contrato de manutenção com recursos que a fundação disponibiliza.

Vistoria identificou necessidade de poucos reparos – Foto: Leo Munhoz/NDVistoria identificou necessidade de poucos reparos – Foto: Leo Munhoz/ND

“A diretoria de patrimônio cultural está atenta e dando o suporte necessário, para que a casa permaneça e funcione em benefício da sociedade. Esse é o nosso grande objetivo. Creio que para o Natal, ou verão tenhamos a volta do funcionamento”, pontua o arquiteto.

Para a FCC, a reabertura piloto do Museu Histórico, em Florianópolis, servirá de parâmetro para a reabertura das demais casas. O museu realiza uma exposição referente ao bicentenário da heroína Anita Garibaldi.

Em condições de voltar a receber visitantes, após os pequenos reparos, a Casa de Campo de Hercílio Luz estará aberta em poucos meses, voltando a ser incluída no roteiro dos visitantes do distrito de Taquaras, em Rancho Queimado.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Turismo

Loading...