Rota de Férias

Blog prático para viajantes! Roteiros de viagens e dicas de passeios no Brasil e no mundo, de acordo com o número de dias de estadia e com indicação de especialistas em turismo.


Dória autoriza reabertura de parques aquáticos e temáticos em São Paulo

O governador João Doria autorizou a reabertura de parques temáticos no estado de São Paulo a partir de 23 de setembro. Os complexos poderão funcionar por oito horas ao dia, com capacidade de visitantes reduzida a 40%.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Protocolos de segurança deverão ser adotados, como sinalização de distanciamento, uso de máscara e medição de temperatura. Além disso, os ingressos terão de ser vendidos antecipadamente, via internet. Caberá às prefeituras dos locais onde ficam os parques fazer a fiscalização.

Parques de Olímpia e Barretos

A notícia da reabertura dos parques temáticos e aquáticos em São Paulo impactou a estância turística de Olímpia, onde estão alguns dos maiores complexos do gênero no Brasil. É o caso de Vale dos Dinossauros, Thermas dos Laranjais e Hot Beach – esses últimos estão previstos para reabrir em 1º de outubro.

“Em uma cidade com as características de Olímpia, os hotéis e parques formam um único conjunto, pois um alimenta o outro. Estamos felizes com a notícia. Essa é uma conquista para a cidade, que tem a economia atreladas ao turismo”, diz Rafael Almeida, CEO do Grupo Natos, que administra o Enjoy Olímpia Park Resort e o Solar das Águas Park Resort – ambos em funcionamento desde 27 de agosto.

Quem também celebrou a reabertura foi o Barretos Country, complexo de lazer em Barretos que reúne resort, parque aquático de águas quentes e um centro de convenções. O hotel, que estava paralisado desde o início da pandemia, voltou a funcionar em 8 de agosto.

Segundo Filipe Rezende, diretor de entretenimento do GR GROUP, companhia responsável pelo complexo de Barretos, todas as determinações do governo do estado para a reabertura dos parques serão seguidas.
“Já estávamos bastante otimistas com os resultados na parte de hotelaria, com a quantidade de reservas consolidadas antes mesmo de retomarmos a operação do resort. E agora ainda mais, com a possibilidade de reabrir totalmente o parque aquático. O Barretos Country se beneficia muito do turismo de curta distância, que deverá crescer neste momento pós-pandemia”, destaca Filipe.