Em visita a SC, ministro do Turismo critica entraves ambientais

Gilson Machado elogiou o setor turístico. Ele cumpriu agenda no Litoral de SC nesta sexta (14), onde participou da inauguração da passarela do Ribeiro, em Bombinhas

Em meio a diversos compromissos em Santa Catarina, o ministro do Turismo, Gilson Machado, não poupou elogios ao setor turístico catarinense. Ele também aproveitou o evento de inauguração da passarela do Ribeiro, em Bombinhas, para criticar entraves ambientais.

Machado ainda alegou que o Brasil é o país mais preservado do mundo. Para o ministro, preservar o meio ambiente é também um dever do setor turístico. “Se tivesse uma língua negra aqui nessa praia, o turista iria voltar? Não iria”, comentou.

Ministro cumpriu agenda no litoral de SC nesta sexta (14) – Foto: Paulo Metling/NDMinistro cumpriu agenda no litoral de SC nesta sexta (14) – Foto: Paulo Metling/ND

Ele também aproveitou a ocasião para falar do Fungetur, uma linha de crédito de Capital de Giro destinada às empresas do setor do turismo. Segundo o ministro, só para Santa Catarina o Badesc (Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina) destinou R$ 138,3 milhões.

Na inauguração, além do ministro, estavam presentes a vice-governadora, Daniela Reinehr (sem partido), a deputada estadual Ana Paula da Silva, a Paulinha (PDT), o senador Jorginho Mello (PL), o secretário de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Júnior, e os deputados federais Daniel Freiras (PSL), que articulou a presença do ministro em SC, Rodrigo Coelho (PSB), Peninha (MDB), além do prefeito de Bombinhas, o Paulinho (DEM).

Paulinho abriu a cerimônia falando sobre os investimentos enviados pelo governo Federal para a obra da passarela. Foram R$ 2,6 milhões, repassados pelo Ministério do Turismo, e R$ 121 mil de contrapartida do município.

Autoridades inauguraram passarela do Ribeiro, em Bombinhas – Foto: Paulo Metling/NDAutoridades inauguraram passarela do Ribeiro, em Bombinhas – Foto: Paulo Metling/ND

Ele também falou sobre o potencial turístico da região. De acordo com ele, a cidade tem 25 mil habitantes, mas, no verão, recebe 2 milhões de turistas. Além disso, ele falou que a cidade é o quinto destino turístico preferido dos turistas estrangeiros.

Tanto o prefeito quanto o ministro reforçaram que as obras da passarela não tiveram problemas ambientais. Segundo Paulinho, “nenhuma árvore foi derrubada para construir a passarela”.

A vice-governadora também se pronunciou e falou sobre a liberação de eventos, assinada por ela enquanto governadora interina. Ela comentou que ficou “emocionada” ao receber empresários do ramo, que “estavam dispostos a se adaptar”.

Além da obra da passarela, o ministro inaugurou a obra de pavimentação da Avenida do Centro de Bombinhas. Em Itapema, ele visitou o Calçadão da Orla Central.

Já em Balneário Camboriú, Machado afirmou que o Centro de Eventos, que ainda não foi concluído, deve ser inaugurado ainda este ano, e aproveitou para fazer um convite ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para visitar a cidade.

Passarela do Ribeiro

A passarela tem 800 metros de extensão e percorrerá a beira da mata em meio às pedras do costão. Além de um equipamento para turistas, a estrutura também será usada por pescadores, como um novo ponto de observação durante a pesca da tainha. A ordem de serviço da obra foi assinada em março de 2020.

Passarela liga as praias de Bombas e Bombinhas, e passa pela praia do Ribeiro - Vinicius Delego/Prefeitura de Bombinhas/Divulgação
1 2

Passarela liga as praias de Bombas e Bombinhas, e passa pela praia do Ribeiro - Vinicius Delego/Prefeitura de Bombinhas/Divulgação

Obra teve aporte do Ministério do Turismo - Vinicius Delego/Prefeitura de Bombinhas/Divulgação
2 2

Obra teve aporte do Ministério do Turismo - Vinicius Delego/Prefeitura de Bombinhas/Divulgação

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Turismo