Moacir Pereira

Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC. Integrante da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


Empresário pede desculpas pelas aglomerações no Costão

Presidente do Conselho enfatiza que resort sempre cumpriu todos os protocolos sanitários

Fundador e presidente do Conselho Consultivo do Costão do Santinho, o empresário Fernando Marcondes de Mattos está divulgando uma nota sobre as aglomerações registradas no fim de semana no principal empreendimento turístico do Estado.

Faz um relato circunstanciado sobre os cuidados sanitários e de segurança pessoal que o Costão vem adotando há mais de 40 anos, as medidas legais cumpridas durante a pandemia, com equipamentos de proteção da saúde dos colaboradores e dos hóspedes.

Esclarece que a maioria dos hóspedes se encontrava durante a semana e que as regras do decreto governamental foram adotadas na véspera da saída da maioria dos ocupantes.

Marcondes de Mattos solicita escusas à população pelo fato e reitera o propósito do premiado resort de continuar respeitando todas as normas legais e sanitárias de combate da pandemia: “Peço perdão à população, aos nossos hóspedes e colaboradores por nossa falha. Essa não foi e nunca será a imagem e o exemplo que o Costão do Santinho é desde 1991.”

Costão é o mais premiado resort de praia do Brasil – Foto: arquivoCostão é o mais premiado resort de praia do Brasil – Foto: arquivo

Veja a integra do comunicado “Saúde é o mantra do Costão”:

“Há mais de 40 anos, junto com amigos e entusiastas, luto pelo crescimento econômico e social de Florianópolis, sempre com ênfase na ascensão das classes menos favorecidas. Participei da fundação do Fórum Permanente de Turismo há 4 décadas, da Fundação Pró-Turismo de Florianópolis (PROTUR) em 1989, hoje Convention Bureau, e mais recentemente da Floripa Amanhã e da Floripa Sustentável, ambas em plena atividade, sob as lideranças de Anita Pires e Zena Becker, respectivamente, e delas participo com vivo entusiasmo. Defender os interesses desta cidade tem sido minha vocação.

O Costão do Santinho trata com extremo cuidado a saúde dos seus colaboradores e seus hóspedes, nem poderia ser diferente, ciente que está a empresa de que não alcançará seu propósito de se alinhar entre os melhores resorts do mundo descurando dessa questão – primária entre as exigências do mundo moderno.

O Costão, com seus 1000 colaboradores, ao longo de toda esta pandemia, vale dizer, desde março de 2020, não teve entre eles nenhum óbito, nenhuma internação e apenas 0,5% dos seus trabalhadores apresentaram a doença, mas se curaram com os tratamentos indicados pelo médico da companhia.

Diante dos incidentes relacionados com o combate à Covid 19 ocorridos no Costão do Santinho no dia 28/02/2021, apresso-me em dirigir-me à sociedade de Florianópolis para prestar os devidos esclarecimentos.

De acordo com os decretos e portarias emanadas dos poderes públicos, o Costão do Santinho vinha operando respeitando os padrões sanitários estabelecidos.

Na sexta-feira, dia 26/02/2021, o governo do Estado emitiu novo decreto, para efeito no dia seguinte, alterando regras fundamentais. Como as famílias hospedadas já estavam no resort desde o meio da semana, para permanência até domingo (28/02/2021) e a grande maioria dependente de aéreo com a impossibilidade de antecipação, o Costão envidou todos os esforços para enquadrar-se nas novas determinações. Todavia, não teve tempo hábil para adaptação de alguns pontos, o que lamenta profundamente.

Falhamos naquele momento, porém imediatamente após a chegada da Guarda Municipal a situação foi controlada. Peço perdão à população, aos nossos hóspedes e colaboradores por nossa falha. Essa não foi e nunca será a imagem e o exemplo que o Costão do Santinho é desde 1991.

O Costão do Santinho reforça o seu compromisso de seguir e apoiar firmemente as regras sanitárias estabelecidas pelos poderes públicos no enfretamento desta lamentável e cruel pandemia, e não pode deixar de enfatizar que o Costão é ícone entre os resorts de qualquer país, na proteção e valorização do patrimônio natural e cultural, que está sob seu cuidado, e no compromisso social com seus colaboradores e comunidades.”

Fernando Marcondes de Mattos
Fundador e Presidente do Conselho Consultivo

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.