Feriadão de Páscoa fechou temporada do Litoral Norte em grande estilo

Semana Santa teve praias e hotéis cheios com turistas argentinos, paraguaios e principalmente uruguaios

Marcos Horostecki/ND

Presença dos turistas uruguaios chegou a surpreender os hoteleiros

Bombinhas – Na manhã de segunda-feira, um grupo de pessoas embalando e guardando cadeiras na praia de Bombinhas dava o sinal: uma das melhores temporadas de verão dos últimos dez anos estava realmente no fim. Um navio de passageiros ainda lançará âncora próximo à enseada do Caixa D’aço, amanhã, em Porto Belo, mas na maioria das pousadas, restaurantes e casas de comércio da região, o clima já é de preparação para o inverno e planejamento do próximo verão. O feriadão e a Semana Santa foram os últimos dias de movimento da chamada baixa temporada e surpreenderam o Trade Turístico. Principalmente pela presença de argentinos, uruguaios e paraguaios com bom poder aquisitivo.

Tanto a Aemb (Associação Empresarial de Bombinhas) quanto o Trade Turístico de Porto Belo ainda vão se reunir para avaliar os erros e acertos da temporada de verão e planejar os próximos passos do setor. Mas é difícil encontrar algum empresário que esteja chateado com o movimento registrado de outubro do ano passado até agora. Os momentos com mais chuvas, em dezembro, chegaram a preocupar o setor, mas o mesmo sol que trouxe problemas para o Oeste do Estado, a partir de janeiro, garantiu uma boa temporada em todo o Litoral Norte. Ficou melhor ainda quando o calor se prolongou e a primeira frente fria deu uma trégua na Semana Santa, permitindo que o feriado fechasse a temporada em grande estilo. “As informações divulgadas sobre o tempo até afastaram algumas pessoas, mas no geral foi muito bom. Além dos uruguaios e argentinos, ainda tivemos muita gente da região”, destacou o presidente da Aemb, Franscico Maciel.

Visitantes mudam o idioma das praias

Praias como a de Bombas e Bombinhas chegaram a mudar o idioma oficial para o espanhol, devido à grande quantidade de turistas, principalmente uruguaios. Eles vieram aproveitar a semana de folga no país vizinho e garantiram até 90% de ocupação em alguns hotéis e pousadas. Em Porto Belo o município até manteve aberto o receptivo turístico, que só opera em dias de chegada de transatlânticos, para atender melhor os visitantes. “O que surpreendeu, também, foi o poder aquisitivo desses turistas, que vieram dispostos a comprar e aproveitar as belezas da região”, completou o presidente da Fundação de Turismo de Porto Belo, Marcos Vieira Guimarães.

De acordo com ele, amanhã a chegada do último navio da temporada de cruzeiros ainda deve movimentar a região, já que os cruzeiristas costumam dar preferência às praias mais próximas, como Bombas e Bombinhas e a Ilha de Porto Belo. Quando o navio partir, no final da tarde, restará ao setor torcer por mais uma onda de calor no próximo feriado, em primeiro de maio.

Acesse e receba notícias de Bombinhas e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Turismo