Florianópolis aposta na vacinação e mantém planos para o Réveillon 2022

Prefeitura avalia diariamente as condições da pandemia para definir se irá ou não realizar a festa da virada neste ano

Florianópolis segue acompanhando a situação da pandemia para avaliar se poderá realizar a festa de Réveillon que marca a chegada de 2022. A cidade vem avançando na vacinação contra a Covid-19, tendo imunizado mais de 95% dos adultos com ao menos uma dose, e apresentando melhoras na situação da pandemia do novo coronavírus.

Possível festa de Réveillon ainda é incógnita em Florianópolis – Foto: Cristiano Andujar/PMFPossível festa de Réveillon ainda é incógnita em Florianópolis – Foto: Cristiano Andujar/PMF

Na avaliação do superintendente de Turismo da cidade, Vinícius de Lucca, a situação, sobre a realização ou não da festa, ainda exige cuidado e não será definida “de um dia para o outro”.

“Seguimos avaliando com cautela diante dos números da pandemia. Um evento do porte do Réveillon não se resolver de uma semana, nem de um mês para outro. É necessário planejamento como a medição de área, estabelecimento de objetivos, de metas e, além disso, temos todos os processos licitatórios de contratação, em especial, da estrutura”, explica.

Ainda segundo o superintendente, os números atuais da pandemia e o avanço da vacinação no país permitem que a administração municipal tenha a expectativa de ter boas condições para receber moradores e, claro, os inúmeros turistas que costumeiramente vem à Capital catarinense na temporada de verão.

Questionado sobre como funcionaria uma possível festa de Réveillon, de Lucca explicou que a prefeitura trabalha com uma festa semelhante a que marcou a virada de 2019 para 2020, a última antes do início da pandemia da Covid-19, onde o público foi estimado em cerca de 200 mil pessoas.

“Vamos trabalhar da mesma forma que trabalhamos de 2019 para 2020. Não posso dar ‘spoilers’, mas adianto que teremos ao menos duas boas surpresas”, adianta.

Vacinação em SC

Santa Catarina chegou a marca de 1.925.201 pessoas totalmente imunizadas, com duas doses ou dose única do imunizante contra a Covid-19, segundo a última atualização do Vacinômetro do governo do Estado, às 18h23 desta sexta-feira (20). O número corresponde a 26,55% da população.

Já Florianópolis tem 196.070 pessoas com o esquema vacinal completo, o que corresponde a 48,20% da população adulta e 38,53% da população total da cidade.

Número mágico

Em entrevista ao ND+ em julho, o secretário municipal de Saúde de Florianópolis, Carlos Alberto Justo da Silva, afirmou que a tendência é que a vida “volte à normalidade” a partir do momento que ao menos 75% da população esteja completamente imunizada.

A previsão do governo de Santa Catarina é que toda a população adulta receba ao menos uma dose da vacina até o fim de agosto.

Variante delta

A transmissão comunitária da variante Delta do coronavírus foi confirmada em Santa Catarina nesta quinta-feira (19). Com o registro de mais sete casos de infecção pela cepa, o Estado soma, até o momento, 43 casos da Delta em 23 municípios catarinenses.

Desse total, 26 casos são considerados autóctones (de transmissão dentro do Estado), sete casos importados (transmissão fora do Estado) e 10 estão em investigação sobre o local provável de infecção. Dos 43 casos, dois evoluíram para mortes.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Turismo

Loading...