Fronteiras estão fechadas para brasileiros em 80 países na pandemia

Além do Brasil, Reino Unido, África e Índia enfrentam alto número de restrições em decorrência do agravamento da pandemia

Quem planeja viajar durante a pandemia precisa estar atento aos regramentos adotados no exterior. Devido a situação da pandemia e a propagação de variantes da Covid-19, a entrada de brasileiros enfrenta nesta sexta-feira (14) algum tipo de restrição em pelo menos 80 países.

Fronteiras estão fechadas para brasileiros em 80 países na pandemiaPaíses apresentam diferentes restrições para a entrada de passageiros brasileiros – Foto: Pixabay/Divulgação/ND

Os dados são da IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo). O órgão reúne as políticas de viagem adotadas nas diferentes nações. Os dados são atualizados periodicamente.

As proibição são diversas. Há países que adotaram regramentos mais radicais e suspenderam a entrada de todos os voos do exterior. É o caso, por exemplo, de países como a Noruega, Líbia e Argélia – para citar alguns.

Outros proíbem expressamente a entrada de voos brasileiros. Como a Bélgica, Áustria,  Panamá, Guatemala e Peru, Líbano, Jamaica, a título de exemplo. As nações que mais enfrentam restrições, além do Brasil, são o Reino Unido, Índia e África do Sul.

Governos de países como o Reino Unido, Itália e Estados Unidos barram passageiros que estiveram no Brasil durante as últimas duas semanas. Em outras nações, há uma lista que específica dos voos, conforme origem, que podem pousar – nas quais o Brasil poucas vezes se encontra.

Viagem restrita

Dentre os dez países mais visitados pelos brasileiros em 2019, a entrada é permitida apenas no Paraguai e México. Os outros países – EUA, Colômbia, Argentina, Itália, Espanha, Reino Unido, Peru e França – restringiram os voos brasileiros.

A América Central, que têm o turismo como principal atividade, é a região menos restrita. Países como Cuba, República Dominicana, Bahamas, Honduras, Costa Rica, entre outros, contam protocolos, mas não restringem por nacionalidade.

Os vizinhos sul-americanos, Chile, Venezuela, Peru e Argentina estão com restrições até dia 21, 18, 30 e 30 de maio, respectivamente. Dentre os que aceitam a entrada de brasileiros estão o Paraguai, Equador e Bolívia.

Outros países

Na África, a entrada de brasileiros enfrenta algum tipo de restrição nos seguintes países: Argélia, Líbia, Nigéria, Camarão, Sudão do Sul, Serra Leoa, Marrocos, Arábia Saudita, Omã, Turcomenistão e Azerbaijão. Já na América do Norte, além dos EUA, a entrada está proibida no Canadá.

Na Europa, a lista é mais extensa. Os seguintes países do continente antigo, incluindo o leste europeu, informaram algum tipo de restrição: Reino Unido, Noruega, França, Suécia, Finlândia, Itália, Grécia, Espanha, Portugal, Bélgica, Áustria, entre outros. Entre os países da Oceania, estão Austrália, Nova Zelândia, Papua Guiné.

Dentre os países do leste europeu, os brasileiros enfrentam algum tipo de restrição na Rússia, Polônia, Romênia,  Bulgária, Geórgia, Croácia, Turquia, Kosovo, Sérvia, Lituânia, República Tcheca, Cazaquistão. Já na Ásia: Japão, China, Coréia do Sul, Taipei, Indonésia, Malásia, Bangladesh, Filipinas, Mongólia, Vietnam, para citar alguns.

Como saber

O Itamaraty orienta os viajantes a consultar as informações mais atualizadas no site da IATA. O Itamaraty também contar com o Portal Consular, que apresenta  informações sobre as restrições vigentes a viagens internacionais. É importante ficar atento ao prazo das restrições.

Os dados apresentados nesta reportagem são referentes ao dia 14 de maio.

+

Turismo