Mini roteiro: o que conhecer em um dia em Blumenau?

Veja os pontos turísticos para conhecer a história, cultura e lazer de Blumenau, a maior cidade da Oktoberfest fora da Alemanha

A cidade da maior Oktoberfest do mundo fora da Alemanha oferece variados atrativos para quem quer viver um dia de turista. Se você vai ficar apenas um dia na cidade, conheça seis pontos turísticos e atrações próximos uns dos outros, para conseguir conhecer diferentes locais.

Parque Vila Germânica, em Blumenau – Foto: Prefeitura Municipal de Blumenau/DivulgaçãoParque Vila Germânica, em Blumenau – Foto: Prefeitura Municipal de Blumenau/Divulgação

Museu de Ecologia Fritz Müller

A sede desse espaço de memória é uma casa construída no ano de 1856. O local conta a história do cientista alemão Fritz Müller, que chegou a Blumenau em 1852 e dedicou boa parte de sua vida a estudar a fauna e a

Museu Fritz Mueller – Foto: Secretaria de Turismo de Blumenau/DivulgaçãoMuseu Fritz Mueller – Foto: Secretaria de Turismo de Blumenau/Divulgação

flora catarinense. Müller trocava cartas com frequência com o cientista britânico Charles Darwin sobre a Teoria da Evolução.

No museu, você conhecerá de perto parte do acervo de Fritz Müller. Estão lá animais empalhados, insetários, fósseis, ossos de espécies em extinção da Mata Atlântica, entre outros. Há também no local uma biblioteca especializada em temas ambientais. Nos jardins do museu estão plantadas espécies que foram estudadas pelo cientista.

Você pode visitá-lo qualquer dia da semana, das 10h às 16h. A entrada é gratuita.

Locomotiva

Saindo do museu e seguindo adiante pela Rua Itajaí você encontrará um atrativo que pode render boas fotos. Trata-se de uma autêntica locomotiva construída nos Estados Unidos na década de 1940 que fica no pátio de uma empresa local.

Morro do Aipim

A 600 metros dali fica outro ponto bonito de ser registrado. É a escadaria do Morro do Aipim, que foi toda pintada recentemente por uma artista da cidade. Seus 121 degraus ganharam tons de azul e desenhos de peixes e plantas coloridas, fazendo alusão a uma “cachoeira de concreto”.

Casas enxaimel da Rua XV de Novembro

Casarões antigos da Rua XV de novembro – Foto: Daniel Zimmermann/Prefeitura Municipal de Blumenau/DivulgaçãoCasarões antigos da Rua XV de novembro – Foto: Daniel Zimmermann/Prefeitura Municipal de Blumenau/Divulgação

A menos de 10 minutos de carro da Rua Itajaí você chegará na Rua XV de Novembro, palco dos desfiles da Oktoberfest. Esse é um perímetro que vale a pena ser percorrido a pé. Pelo Centro da cidade há uma série de mais de 30 casas enxaimel, reconhecidas e tombadas como Patrimônio Histórico e Cultural, além de outras que imitam a técnica. É um passeio para quem aprecia história.

Mausoléu Dr. Blumenau

Mausoléu Dr. Blumenau  – Foto: Eraldo Schnaider/Prefeitura Municipal de Blumenau/DivulgaçãoMausoléu Dr. Blumenau  – Foto: Eraldo Schnaider/Prefeitura Municipal de Blumenau/Divulgação

O mausoléu guarda os restos mortais do fundador da cidade, Hermann Bruno Otto Blumenau, e de seus familiares. Ele é aberto à visitação todos os dias, das 10h às 16h, e a entrada é gratuita.

Nos fundos do mausoléu fica o Horto Botânico, uma pequena floresta que era usada por Blumenau para pequenos experimentos. Dentro do próprio horto fica o famoso Cemitério dos Gatos, local onde a atriz e sobrinha do fundador da cidade, Edith Gaerthner, costumava enterrar seus felinos, com direito até à funeral.

Museu da Família Colonial

Praticamente ao lado do Horto Botânico está instalado o Museu da Família Colonial. Um complexo de três edificações, duas delas tombadas como Patrimônio Cultural.

Estão lá móveis, vestimentas, utensílios domésticos, maquinários, instrumentos musicais, entre outros itens que pertenceram ao fundador de Blumenau, imigrantes e suas famílias. O acervo conta com 6.200 peças, que vão te fazer imaginar como era viver nos anos de 1850 nesta cidade.

A unidade é aberta diariamente, das 10h às 16h, e cobra taxa de entrada.

Catedral São Paulo Apóstolo

Teatro Carlos Gomes – Foto: Equipe Sou BemTeatro Carlos Gomes – Foto: Equipe Sou Bem

Para quem gosta de fazer turismo religioso ou simplesmente quer ter uma vista de cima da rua XV de Novembro, a menos de um quilômetro do museu fica a Catedral São Paulo Apóstolo.

O mirante ao lado de sua torre permite ter uma bonita e ampla visão da rua central e do rio Itajaí-Açu.

Muito perto da catedral, a menos de cinco minutos a pé, está o Teatro Carlos Gomes, inaugurado, como é hoje, no ano de 1939. O primeiro teatro da cidade foi aberto em 1896, na Alameda Duque de Caxias.

Tanto esse quanto o atual são frutos da Sociedade Teatral Frohsinn, criada oficialmente em 1895.

Além de ser um prédio bonito, rico em detalhes, está instalado numa praça igualmente bonita. Para quem busca por rotas culturais deve ficar atento às programações de peças e shows no local.

Pôr do sol no parque

Depois de tanto andar pelas ruas centrais, podemos imaginar que já está caindo a tarde. Que tal uma parada no Parque Ramiro Ruediger? Em seus 40 mil m²  não faltam opções de lazer por lá, entre elas um lago, uma pista de corrida e caminhada, ciclovia, playground e quadra poliesportiva. Você também pode simplesmente sentar, descansar e apreciar a vista.

Além disso, você estará a apenas 600 metros do Parque Vila Germânica, um ótimo lugar para encerrar um dia em Blumenau com um café da tarde, um jantar ou happy hour. Há variadas opções gastronômicas e diversos tipos de chopes (para quem não for dirigir) no local. Também é um bom lugar para você comprar souvenirs e levar lembranças da cidade para casa.

Explore mais conteúdos da cidade