Nova Veneza e Nova Trento: culinária italiana em Santa Catarina

As duas cidades do estado são verdadeiras colônias da Itália, onde, entre os vários costumes, o que mais se destaca é a tradicional culinária italiana em Santa Catarina

Santa Catarina é muito conhecida por sua colonização alemã, especialmente nas regiões Norte e Vale do Itajaí. Porém, outras culturas também têm laços fortes com nosso estado. Exemplo disso são as duas cidades – uma no Vale e outra no Sul – que se destacam pelos seus laços com a Itália. Em Nova Trento e Nova Veneza, podemos ver, sentir, ouvir e, principalmente, degustar essa presença, pois são verdadeiros redutos da tradicional culinária italiana em Santa Catarina.

Nova Veneza e Nova Trento são redutos da culinária italiana em Santa Catarina – Foto: Anderson Machado/DivulgaçãoNova Veneza e Nova Trento são redutos da culinária italiana em Santa Catarina – Foto: Anderson Machado/Divulgação

Vamos conhecer um pouco desses dois locais que estão a 280 km de distância, mas ligados pela tradição que leva a referência à Itália dos nomes à gastronomia.

A história das duas colônias

Localizada no Vale do Itajaí, próxima ao Vale do Rio Tijucas, Nova Trento é uma cidade de aproximadamente 15 mil habitantes. Seu nome faz referência à Trento, província da região norte da Itália, de onde vieram os colonizadores do local no fim do século 19.

Santuário da Santa Paulina, em Nova Trento (SC) – Foto: Getty Images/iStockphoto/NDSantuário da Santa Paulina, em Nova Trento (SC) – Foto: Getty Images/iStockphoto/ND

Atualmente o turismo religioso é o grande atrativo do município com destaque para o Santuário Santa Paulina, primeira santa brasileira, que chegou no município ainda criança. Tem também o Santuário Nossa Senhora do Bom Socorro, que fica a 500 m de altitude e é famoso por suas vistas belíssimas.

Já Nova Veneza, localizada na região Sul e próxima de Criciúma, é um município com aproximadamente 13 mil habitantes. O nome é uma referência à charmosa Veneza, cidade das gôndolas, que fica na região nordeste da Itália. A colonização do município foi planejada e promovida por uma empresa madeireira, também no fim do século 19, com pessoas de várias regiões do país em busca de uma vida melhor.

O Carnevale di Venezia é um dos pontos altos da festa que celebra a cultura e a gastronomia em Nova Veneza – Foto: Fábio Queiroz/Agência AL/NDO Carnevale di Venezia é um dos pontos altos da festa que celebra a cultura e a gastronomia em Nova Veneza – Foto: Fábio Queiroz/Agência AL/ND

Hoje, Nova Veneza é considerada a capital catarinense da gastronomia italiana com um grande evento no mês de julho. Porém, essa é uma das principais atividades que movimenta a cultura local o tempo todo. Além disso, o carnaval e os bailes de máscaras no estilo veneziano atraem milhares de turistas para a cidade em fevereiro.

O que comer

Nos dois municípios é possível encontrar diversas opções do cardápio italiano. As carnes, cogumelos ou vegetais se tornam coadjuvantes para as estrelas do menu italiano: as massas.

Macarrão, nhoque, capelete, ravioli e, claro, as pizzas são encontradas aos montes e preparada de diversas formas. A polenta também é uma boa pedida, em especial com os deliciosos molhos que servem bem tanto no almoço quanto na janta.

Massas, salames, queijos e vinhos, SC tem fartas opções na culinária italiana – Foto: Markito / SanturMassas, salames, queijos e vinhos, SC tem fartas opções na culinária italiana – Foto: Markito / Santur

Para outros momentos do dia, destacam-se os fartos cafés coloniais e padarias com variedades de bolos, doces, além dos pães e frios. Os queijos e salames, inclusive, são uma forte tradição italiana e servem tanto para o café quanto para petiscos.

São ótimas opções para quem quer apenas petiscar e comer algo delicioso acompanhado de um bom vinho. E o melhor é que diversas feiras das duas cidades possuem queijos, salames e vinhos para os visitantes comprarem, levarem na bagagem e aproveitar lembrando o gostinho desses locais.

Onde comer

Além de toda essa história de devoção e fé, um traço também da cultura italiana, Nova Trento também é um reduto da ótima gastronomia. O Centro da cidade é onde tem a maior variedade de opções, mas alguns restaurantes seguem o caminho em direção ao bairro de Vigolo, onde fica o Santuário da Madre Paulina.

Nhoque é uma das diversas massas  – Foto: Pixabay PrimalfutureNhoque é uma das diversas massas  – Foto: Pixabay Primalfuture

Ao longo desse trajeto, também é possível encontrar feiras que vendem souvenires com temas religiosos, italianos, ou até mesmo os itens culinários citados acima.

Já em Nova Veneza, as principais opções ficam concentradas no aconchegante Centro da cidade. O local traz a história em suas fachadas decoradas no estilo italiano, uma grande praça de convívio e até um pequeno tanque com uma gôndola para fazer fotos e ter uma lembrança de lá.

E a poucos metros da Praça Humberto Bortoluzzi, em qualquer direção, é possível encontrar dezenas de restaurantes, para os mais diversos valores e com os mais diversos pratos. Tudo com o delicioso sabor da Itália, do mais tradicional aos novos sabores misturados ao tempero brasileiro.

Na bagagem, máscaras, colombinas, pierrôs e outras lembranças que lembram Veneza podem ser compradas seja para presente ou para decoração. Além disso, os queijos, salames e vinhos também servem para relembrar nos sabores, as memórias de um laço com a Itália.

Explore mais conteúdos da cidade