O que fazer em Timbó?

Com atrações que unem aventura, lazer e descanso, Timbó atrai turistas pela riqueza das paisagens naturais e fortes traços da cultura germânica

A cidade está a 175 quilômetros de Florianópolis. 

Caracterizada pelo jeito acolhedor, de cultura germânica e por possuir belas paisagens naturais, a cidade de Timbó possui diversos atrativos turísticos, como parques, museus e complexo turístico, os quais recebem turistas que visitam a região durante todo o ano.

Parque Jardim Botânico – Foto: Diego Mengarda | Prefeitura Municipal de Timbó/DivulgaçãoParque Jardim Botânico – Foto: Diego Mengarda | Prefeitura Municipal de Timbó/Divulgação

Cultura, história, lazer, atividade física, aventura, as possibilidades de experiência e entretenimento são as mais variadas nestes pontos, o que agrada a todos os gostos. Saiba o que Timbó tem a oferecer para quem passa pela cidade:

Complexo Turístico Jardim do Imigrante: um convite a passeios culturais e contemplativos no cartão postal da cidade

É famoso pela ponte construída sobre a represa do rio Benedito que corta o Centro da cidade. É impossível passar por lá e não tirar aquela selfie com amigos e familiares, registrando o momento e a beleza exuberante da natureza. 

O complexo também é composto pelo Museu do Imigrante, local que busca preservar, divulgar e manter viva a cultura e tradição dos colonizadores que por aqui se enraizaram. 

Parques: aventura, lazer e natureza

Com uma vista de tirar o fôlego, a imensidão do céu e o verde das montanhas torna o Parque Natural Municipal Freymund Germer – Morro Azul um dos mais visitados. A mais nova atração é o Balanço do Infinito, espaço para quem quer registrar fotos com a sensação de estar no céu. Aos apaixonados, um totem de coração também se encontra por lá para marcar aquele momento especial, bem como uma luneta que dá a oportunidade de ver o mar.

Morro Azul – Foto: Daniele F. Borchardt | Prefeitura Municipal de Timbó/DivulgaçãoMorro Azul – Foto: Daniele F. Borchardt | Prefeitura Municipal de Timbó/Divulgação

O local se destaca não só pela altitude de 758 metros, mas também por abrigar uma fauna e flora rica e por proporcionar aos visitantes uma visão panorâmica das cidades vizinhas que compõem o Vale Europeu. Localizado a 18 quilômetros do Centro, o trajeto até o topo do morro acaba se tornando um passeio interessante entre paisagens rurais que remetem ao período de colonização.

Para quem prefere um pouco mais de sossego, o Parque Municipal Jardim Botânico Franz Damm é o local ideal. É possível levar toda a família e passar um dia inteiro aproveitando para relaxar e se divertir. Lagos, trilhas, restaurante típico, parque infantil, pedalinhos, entre outros atrativos ímpares são destaques do local. Além disso, o cenário natural é escolhido por muitos fotógrafos para a realização de ensaios. 

Já o Parque Central abriga quadras de vôlei e futebol de areia, quadra poliesportiva, pista de skate, academia ao ar livre e parque para as crianças. É neste parque onde é realizado o Festival das Cervejarias de Timbó e eventos como Páscoa e Natal. 

 O Parque de Eventos Henry Paul, aberto o ano inteiro, possui pista de skate (onde já sediou grandes campeonatos), pista de caminhada, academia ao ar livre, quadras esportivas, cancha de bocha, parque infantil, rampa de jet sky, deck para pesca e áreas de convivência com churrasqueiras. A florada dos ipês, na primavera, dá um charme ainda maior ao local.    

Timbó é a Capital do Cicloturismo

É aqui que o Circuito Vale Europeu de Cicloturismo inicia e finaliza o roteiro que dura sete dias e passa por nove cidades, num total de 300 quilômetros. Paisagens bucólicas de rara beleza enfeitam todo o trajeto, o que torna uma das aventuras mais instigantes para quem vem visitar o Vale Europeu. A cidade também possui alguns dos principais hotéis, hostels e pousadas da região.

Explore mais conteúdos da cidade