Moacir Pereira

Noticias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC, da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


Parque Marina Beira Mar: marco histórico para Santa Catarina

Capítulo importante vencido: que venham as obras e a inauguração em Florianópolis

O fundamentalismo ideológico, partidário e ecológico de alguns setores impediu por décadas empreendimentos turísticos de impacto na economia, no lazer, no comércio e no turismo de Florianópolis.  Por cegueira ou desinformação, espalharam a estapafúrdia ideia de que marina é para milionário.  Assim, a “cidade do já teve” e a “ilha do não pode” parece ter virado uma página com a histórica decisão do Tribunal de Contas do Estado, aprovando a concorrência realizada pela Prefeitura.

Quem viaja pelo mundo testemunha: marinas são empreendimentos de grande alcance popular, embelezadas pelos barcos, veleiros e iates, e enriquecidas por restaurantes, parques infantis, lojas, áreas de lazer, calçadões, bares, conchas acústicas para espetáculos ao ar livre e uma série ilimitada de aparelhos para prática desportiva no mar.

Quem não viajou, pode comprovar a riqueza destes equipamentos com simples consulta ao google.  São imagens impactantes das milhares de marinas espalhadas pelo mundo.  Da ditadura cubana(Marina Hemingway) e da China comunista(Shenzen ou Sanya) à totitária ex-Iugoslávia e atual Croácia (Split, Dubrovnik), aos Estados Unidos(mais de 12 mil).

No Mediterrâneo, o melhor exemplo é Majorca, nas Baleares. A ilha tem apenas 213 km2, contra os 670 de Florianópolis, com 450 mil habitantes para os 500 mil daqui. Ao redor de Majorca, mais de 40 marinas. Só na Marina Porto Capital são  2.000 ancoradouros. Ali, um pernoite sai por EU$ 350,00 e parte da receita milionária vai para o município.

Os Estados Unidos contam com mais de 12.000 marinas. A famosa Marina Del Rey, na Califórnia, tem mais de 5 mil embarcações. A Flórida registra mais de 1.000 marinas e de 1 milhão de barcos. Multiplicando empregos, distribuindo a renda e oferecendo lazer para todo mundo.

A Marina Tedesco- particular- mudou a paisagem ao sul de Balneário Camboriu e incentivou novos empreendimentos turísticos ao redor.  A pública, em Itajaí, está entre as melhores do Brasil.

O sonho da Marina da Beira Mar tem 40 anos.  Motivos, pois, para celebrações não faltam. E que venha a Marina da Ponta do Coral.

A cidade precisa e o povo merece.

Uma das marinas de Palma de Mallorca – Foto: marina majorca

Bayside em Miami City: restaurantes, lojas, concha acústica, serviços, barcos: a mais popular da Flórida – Foto: bayside