Passarela de vidro: 3 parques em Urubici para você conhecer

Urubici é a cidade do ecoturismo em Santa Catarina; veja como funciona a experiência de caminhar em passarela de vidro que avança até 200 metros de altura do chão

Urubici fica a aproximadamente 170 quilômetros de Florianópolis 

Há diferentes formas de contemplar as paisagens naturais de Urubici, na Serra Catarinense: algumas mais tranquilas; outras mais radicais. Uma dessas formas são as passarelas de vidro suspensas do chão.

Fincadas em montanhas e com partes suspensas que avançam sobre penhascos de até 200 metros de altura, a natureza fica literalmente abaixo dos pés. Em Urubici, ao menos três parques oferecem mirantes com uma parte do chão ou ele inteiro totalmente de vidro.

1. Passarela de vidro no Parque Mundo Novo

Na imagem aparece a passarela de vidroPassarela de vidro Parque Mundo Novo – Foto: Parque Mundo Novo/Divulgação

É dentro do Parque Mundo Novo que está um dos principais cartões-postais de Urubici: a Cascata do Avencal.

A queda d’água tem 100 metros de altura e pode ser observada de perto, por uma passarela de vidro que fica bem ao seu lado, a apenas 20 metros de distância.

A estrutura avança 12 metros pelo desfiladeiro. Em formato de “U”, o chão da passarela de vidro intercala com madeira, assim como parte do parapeito do mirante.

Se ao lado está a extensa cascata, abaixo dos pés a vista é de um penhasco verdejante a uma altura de 105 metros.

O que mais fazer no Parque Mundo Novo?

No Parque Mundo Novo também é possível andar de tirolesa, atravessando o fosso de rochas por cima da Cascata do Avencal, a 120 metros do chão. Para os mais corajosos ainda, que tal saltar de pêndulo, ao lado da queda d’água, e a 70 metros do chão? A queda livre dura apenas três segundos e pode atingir até 100 km/h de pura adrenalina.

O parque também possui vista para a Cascata Mundo Novo e outro mirante com ângulos de visão diferentes para as quedas d’água. Para os menos radicais, há opção de pedalinhos e passeio a cavalo. O espaço conta restaurante, café, um bistrô e espaço para camping.

Horário de funcionamento: todos os dias, das 8h às 18 horas.

Valor: R$ 30 por pessoa. Crianças até dez anos não pagam. Outras atrações dentro do parque são pagas separadamente.

Principal acesso: o parque fica no KM 34 da SC-110, sentido São Joaquim, a oito quilômetros do Centro de Urubici.

2. Passarela de vidro no Eco Parque Cachoeira Papuã

Na imagem aparece uma passarela de vidro vista de cima Passarela de vidro Ecoparque Papuã – Foto: Ecoparque Papuã/Divulgação

Andar na altura da copa das árvores é possível no Eco Parque Cachoeira Papuã, em Urubici. Uma passarela de vidro aérea com 300 metros de extensão permite que você tenha uma visão panorâmica das montanhas e cachoeiras do Vale Papuã.

Todo o trajeto é por um caminho de madeira, com acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida. A surpresa fica para o fim da caminhada. Nos 30 metros finais, a passarela de vidro avança para fora do vale, em um desfiladeiro cercado por paredões rochosos.

Para dar mais emoção à experiência, o chão, na beirada da passarela, é de vidro. São cerca de 150 metros abaixo de seus pés, repleto de verde das árvores. Ao olhar para frente, sua vista alcançará a Cachoeira Papuã, uma queda d’água de 150 metros de altura e uma das mais famosas de Urubici.

O que mais fazer no Eco Parque Cachoeira Papuã?

Além da passarela com chão de vidro, há outras opções para os corajosos curtirem no Eco Parque Cachoeira Papuã. Uma delas é a Sky Bike, aventura na qual você atravessa o precipício entre as montanhas pelas alturas, em uma bicicleta.

São 480 metros (ida e volta) de pedalada no ar. Outra atração é o balanço infinito gigante na borda da montanha, para quem quer ter a sensação de estar voando em direção ao penhasco.

Horário de funcionamento: todos os dias, das 8h30 às 18 horas.

Valor: R$ 25 por pessoa. Outras atrações dentro do parque são pagas separadamente.

Principal acesso: pela Rodovia UCI 048 – estrada de chão. O Parque Turístico Cachoeira Papuã fica a cerca de 2,5 quilômetros após a entrada do Parque Mundo Novo. A distância do Centro da cidade é de aproximadamente 12 quilômetros.

3. Passarela de vidro no Altos Corvo Branco

Na imagem aparece uma pessoa na passarela de vidro Passarela de vidro Altos Corvo Branco – Foto: @airbnbcanela

O Parque Altos do Corvo Branco está localizado no topo da Serra do Corvo Branco. O espaço possui dois mirantes de vidro com vista panorâmica para formações rochosas.

Um deles, em formato peninsular, avança pelo penhasco a uma altura de cerca de 200 metros. O vidro no chão está na extremidade da estrutura.

Do alto é possível ter uma visão 360º das curvas mais acentuadas da Serra do Corvo Branco e do Vale do Rio Canoas.

Já o segundo, em formato de passarela, estende-se a mais de 11 metros pelo desfiladeiro, com o chão inteiramente de vidro. Desse também é possível avistar algumas curvas da Serra do Corvo Branco, do Cânion Espraiado e do Campo dos Padres e toda a vastidão verde abaixo, é claro.

O que mais fazer no Altos Corvo Branco?

Além dos dois mirantes de vidro, o parque Altos Corvo Branco conta com outros mirantes com vista para o litoral de Santa Catarina. Em dias de céu limpo é possível enxergar o mar de Laguna, no Sul do Estado.

Desses mirantes também se avistam outras formações rochosas da região, como a Serra do Rio do Rastro, o Morro da Igreja e as montanhas do Parque Estadual da Serra Furada. O espaço conta com café e dois lofts para quem quiser se hospedar no local.

Horário de funcionamento: todos os dias, das 8h30 às 17h.

Valor: R$ 50 por pessoa.

Principal acesso: pela SC-370 em direção à Serra do Corvo Branco, ao lado da fenda da rocha. O parque está a 28 quilômetros do Centro de Urubici.

O que fazer na Serra do Corvo Branco?

A Serra do Corvo Branco é uma das mais famosas de Santa Catarina. Além da beleza natural de seus paredões rochosos, obra do tempo há cerca de 160 milhões de anos, outro grande atrativo é observar do alto as curvas, algumas chegam a 180 graus, da estrada que corta a serra.

A extensão total da estrada é de 57 quilômetros e interliga Urubici a Grão-Pará. Do Centro de Urubici até a serra são cerca de 30 quilômetros de distância.

Um dos pontos mais bonitos e conhecidos da estrada é a fenda entre duas rochas de 90 metros de altura. O que um dia foi uma rocha só, acabou sendo dividida ao meio para que a estrada pudesse passar. Esse é o maior corte em rocha feito no Brasil. É desse ponto que saem algumas das fotos mais bonitas da serra.

A fenda é o local que marca a divisão entre os dois municípios. Vindo de Urubici e passando a fenda, são quase 28 quilômetros de descida da serra, já no território de Grão-Pará.

Ao longo da estrada não há mirantes para observação. Os únicos são do parque Altos Corvo Branco, cuja entrada fica muito próxima à fenda da rocha. Além de avistar a serra e as curvas da estrada, os mirantes têm vista para outras formações rochosas da serra catarinense.

O melhor horário para visitar a Serra do Corvo Branco é entre 12h e 15h, por conta da visibilidade. Para percorrer os 57 quilômetros de estrada, descendo a serra até Grão-Pará, leva-se em torno de uma hora.

Por estar em um local montanhoso e muito acidentado, não se recomenda descer ou subir a serra em dias de muita neblina e/ou fortes chuvas, por questões de segurança e possibilidade de deslizamentos de pedra.

O que não deixar de fazer em Urubici?

Urubici tem lugares e paisagens deslumbrantes a serem contempladas. Com um cenário repleto de morros, serras e cascatas, é uma cidade privilegiada para o ecoturismo e o turismo de aventura.

Explore mais conteúdos da cidade